fbpx

Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

08/06/2021
Comentários

Ilustração de três caixas de marcação. Uma laranja, outra verde e outra azul. Uma mão está marcando na verde.

Decidiu vender na Americanas? Somos suspeitos para falar, mas você fez uma ótima escolha! Entre todos os marketplaces que integramos, sem dúvida eles são um dos queridinhos de nossos clientes.

E não é para menos: são mais de 2 milhões de visitas por dia e 2,4 milhões de pedidos mensais, isso sem falar no carinho que o brasileiro já adquiriu pela marca em seus 92 anos de atuação. Tudo por uma comissão bem dentro do valor de mercado, que circula em 16% a cada venda.

Além disso, existem diversas vantagens como o Ame Digital – seu próprio sistema de cashback – e o expressivo trabalho de divulgação. Grandes ferramentas que podem ser usadas para atrair cada vez mais clientes para o seu e-commerce.

Mas que a Americanas é um ótimo negócio você já sabe, certo? Por isso, hoje vamos direto ao ponto, te contando como começar sua integração, além de algumas dicas para se destacar na plataforma. Prepare-se, já vamos começar…
 

Como fazer o cadastro na Americanas

Logotipo do B2W Marketplace em destaque. Logo abaixo, em menor tamanho, aparecem os da Americanas.com, Submarino e Shoptime.

Possivelmente você já sabe, mas o marketplace da Americanas.com faz parte do grupo B2W, que também gerencia o Shoptime e Submarino. Isso significa que o seu cadastro será feito pelo portal unificado.

Quando você começar a vender na Americanas os seus produtos vão, necessariamente, aparecer nos três marketplaces do grupo. Mas isso não é algo ruim, ainda mais se você souber aproveitar essa vantagem.

A Americanas é o principal canal do grupo, ideal para vender “de tudo”, enquanto o Shoptime e Submarino possuem algumas particularidades que podem ajudar na sua segmentação. Veja as características das outras duas plataformas:

  • Shoptime: Ele é o primeiro canal de compras online na TV e, por isso, os produtos para a casa e itens familiares têm um desempenho melhor aqui.
  • Submarino: Se você vende produtos para um público mais jovem, principalmente relacionado à tecnologias, livros e cultura pop, vai se dar muito bem com esse canal. A maior parte do público tem entre 15 e 34 anos e 20% deles possuem pós-graduação.

Feita essa observação, agora sim vamos ao passo a passo para começar a vender na Americanas.

Documentos e exigências para vender na Americanas

Muita gente acha que a B2W é uma plataforma exigente, com vários requisitos e protocolos. Mas para começar a vender na Americanas não é bem assim.

Existem dois tipos de marketplaces: os liberais que exigem apenas CPF ou CNPJ, uma conta bancária e só – como a Amazon e o Mercado Livre. E os outros que tem uma cultura e organização mais complexa, como é o caso da B2W, Magalu e afins.

Seguindo essa lógica, para vender na Americanas você vai precisar de:

  • Ter um CNPJ ativo e sem restrições (MEI pode entrar, mas é necessário emitir NF-e);
  • Possuir cadastro no CNAE como “comércio varejista”;
  • Capital Social superior à R$ 1.000,00;
  • Conta corrente necessariamente vinculada ao CNPJ de cadastro;

Já providenciou tudo? Agora não tem segredo. É só acessar a página de cadastro, enviar as informações e esperar a confirmação. Esse prazo pode ser de até 7 dias, mas o mais comum é que eles te dêem um parecer em até 2.

Cadastro de produtos

Com o cadastro da loja efetivado, é hora de catalogar os produtos para começar a vender na Americanas. Esse processo pode ser feito de três maneiras:

  • Produto por produto: É o jeito mais trabalhoso de cadastrar o seu produto, comparado com as outras maneiras. Se você revende alguma marca, pode checar se o seu produto já é ofertado por alguém. Se sim, é só colocar o seu preço e quantidade em estoque. Agora, se não, você vai ter que preencher todas as lacunas de cadastro de informações um a um (SKU,EAN, peso, altura, cor, voltagem, peso…);

 

  • Importação manual massiva: É a forma menos complexa. Basicamente, eles disponibilizam uma tabela em excel com todos os itens para o cadastro, em que cada linha fica um produto, permitindo que você cadastre vários ao mesmo tempo (acompanhe o manual de cadastro massivo);

 

  • Cadastro por integração massiva: Esse é o modo mais automatizado e simples. Se você tem conta com uma integradora (como nós aqui da OpenK), a integração é feita instantaneamente! Você já tem os seus produtos cadastrados na nossa plataforma, então é só indicar quais deseja vender na Americanas e esperar pela entrada no sistema.

Mas como se destacar?

Logotipo do B2W Marketplace em destaque. Ao lado, ilustração de um personagem colorido andando na direção oposta.

Bom, até aqui você já tem o que é necessário para vender na Americanas, certo? Mas se você conhece os nossos textos, sabe que não nos contentamos apenas com o básico. Agora vamos partir para o segundo momento: como vender muito na Americanas.

Você já sabe que o site recebe milhões de visitas por dia. Porém, nessa mesma proporção, são quase 87 mil sellers que vendem por lá. Ou seja, para se destacar em meio a tantos concorrentes dentro do próprio site é preciso se preparar. Aqui vão as nossas dicas:

Se empenhe no cadastro dos produtos

Acabamos de falar que você pode cadastrar o seu produto com base nas informações da própria plataforma, apenas replicando o anúncio e colocando o seu preço e quantidade de produtos.

Mas pense com a gente: fazendo isso, o cliente vai ter acesso a uma mesma foto (que geralmente vem da própria indústria) e uma descrição padrão. Não vai ter nada que diferencie o seu anúncio da concorrência, o que vai te deixar ainda mais à mercê do preço.

Para chamar a atenção para o seu produto e vender na Americanas de verdade, vou supor que você tem um e-commerce de moda infantil, tudo bem? Pegue essas dicas:

  • Produzir fotos próprias: Não estamos falando para você fazer fotos artísticas, como as para quem busca vender no Instagram. Na verdade, a regra aqui é ser o mais fiel possível à realidade do produto: boa luz, tamanho entre 800×800 e 1200×1200 pixels e três enquadramentos: uma do produto inteiro, outra de detalhe (textura, encaixe ou outro ponto que sirva de argumento para vendas) e uma em situação real de uso para o cliente se ver naquela realidade.

Aplicação na sua loja: A ideia é que a primeira foto seja da roupinha em si, outra mostrando a estampa e detalhes do fechamento que é em zíper (mais fácil que botões) e uma outra com uma criança brincando, utilizando o produto (mostrando como ela fica confortável)

  • Título do produto: Recomendamos que ele já possua todas as informações básicas que identifiquem o produto. Você pode seguir esse padrão que não tem erro: Nome do Produto | Modelo | Características | Cor | Marca;

Aplicação na sua loja: Conjunto infantil menina | Tie Dye | Moletom | Rosa | Brandili

  • Descrição do produto: uma descrição completa e direta é super importante para vender na Americanas, em outro marketplace ou no seu próprio e-commerce. Mas além da tabela de características do produto, você deve utilizar esse espaço também como argumento de vendas, criando textos mais pessoais, como se fosse um vendedor nas lojas físicas.

Aplicação na sua loja: Quer ver a sua princesa vestindo a última tendência, mas sem abrir mão do conforto? Com nosso conjunto de casaco + calça de moletom ela pode!…..

#DicaOpenK: Falamos aqui de como fazer os olhos dos seus clientes brilharem com uma boa foto, título e descrição de produtos. Mas que tal mostrar o seu produto ao máximo de pessoas interessadas? Descubra como otimizar seus resultados no Google com SEO para e-commerce.

Política de frete grátis da B2W

O SEO é uma forma para destacar os seus anúncios e vender na americanas mais que os outros, mas você sabia que inclusive a própria empresa também está interessada em alcançar mais resultados? Eles possuem uma política de fretes bem interessante que favorece tanto eles quanto o seu e-commerce e os clientes. Resumindo: todo mundo sai ganhando!

Este sistema é um tanto complexo, mas funciona mais ou menos como o frete grátis do Mercado Livre, exceto por algumas particularidades:

  • Requisitos:
    • Utilizar o B2W Entrega, que é uma parceria da B2W com os correios e transportadoras ou B2W Fulfillment;
    • Enviar pedidos a partir das regiões Sul e Sudeste;
    • O valor do item vendido precisa ser igual ou maior que R$ 100;

Se atender a estes três requisitos, automaticamente o seu produto já se enquadra como frete grátis para o cliente. Isso quer dizer que você não pode escolher entre oferecer ou não, ok?

  • Pagamento: A ideia é que o cliente não pague pelo frete grátis, mas sua loja pode ter descontos de acordo com a sua reputação adquirida quando começar a vender na Americanas. Esses descontos são dados por categorias:
    • 0 a 119 pts – Sem desconto;
    • 120 a 149 pts – 40% de desconto;
    • 150 Pontos – 50% de desconto;
    • B2W Fullfilment – 60% de desconto.

Seguindo o exemplo do conjunto infantil, o peso da roupa deve ter por volta de 200g, o que daria um frete em torno de R$ 20,00 de São Paulo para Curitiba. Supondo que você vai vender na Americanas e possui entre 120 a 149 pontos, esse valor cai para R$ 12,00 e R$ 8,00 com o B2W Fulfillment.

Conclusão? Isso é ótimo, principalmente se pensarmos que um frete caro é o principal motivo para o abandono de 60% dos carrinhos.

B2W Ads

Quer entrar de cabeça nessa missão de vender na Americanas? Então invista na plataforma com o B2W Ads. A proposta segue o mesmo modelo de anúncios do Google ou das mídias sociais, mas aqui você vai estar ofertando os seus produtos para quem já está lá dentro, então é bem mais fácil a conversão.

Você pode anunciar nos formatos:

  • Display: São aqueles banners que ficam no topo, rodapé ou lateral do site;
  • Produtos patrocinados: Esses são bem interessantes. Sabe quando o seu cliente pesquisa por “roupa infantil” na barra de buscas? O seu produto vai aparecer como sugestão logo abaixo, além de também poder aparecer como sugestão em produtos relacionados;
  • Ações personalizadas: Nesse formato você vai poder utilizar toda sua criatividade para ir além, mas é uma função exclusiva para quem utiliza o B2W Prime. Podem ser criados hotsites personalizados, envio de amostras e brindes para clientes segmentados, além de campanhas de vale-brindes.

Para usar essa funcionalidade atrelada a sua estratégia de venda é bem simples. Se você já fez algum anúncio com o Google Ads, aqui não vai ter nenhuma dificuldade, a ferramenta utiliza dos mesmos artifícios e a cobrança é feita a partir do leilão de palavras, em que você paga por cliques (CPC).

O processo para vender na Americanas com esse recurso é o seguinte:

  1. Cadastro na B2W Ads: Não tem muito segredo. É só clicar neste link e inserir os dados de cadastro que você já fez.
  2. Montar a campanha: Logo na página inicial aparecerá a opção “criar anúncio”. Selecione e coloque o nome da campanha e período de publicação; Captura de tela do dashboard da B2W Ads. Nele há os campos “nome da campanha", “data de término” e “orçamento diário”.
  3.  Orçamento: É aqui que entra o leilão de palavras. Você vai ver qual o CPC (custo por clique) médio de acordo com a competitividade da palavra-chave e selecionar quais são mais vantajosas;
  4. Selecionar produtos: O último passo é escolher quais produtos você vai anunciar. Eles podem ser selecionados pelo título ou então o ID de produto que você cadastrou anteriormente.

Últimas palavras

Ilustração de três caixas de marcação. Uma laranja, outra verde e outra azul. Uma mão está marcando na verde.

Com essas dicas para se destacar você já tem o necessário para vender na Americanas do jeito mais profissional possível. Mas ainda falta um ponto bem importante que muitos deixam de falar e outros até entendem como um tabu: não é todo produto que performa bem em marketplaces.

A verdade é que se você quer vender na Americanas ou em qualquer outro marketplace, os mais indicados são produtos mais “comuns”, principalmente para quem revende alguma marca ou vende produtos mais gerais.

Isso acontece pelo próprio perfil do público que geralmente vai buscar por algo comum: uma peça de roupa, eletrodoméstico ou móvel que segue a linha do “mainstream”. Produtos de nicho geralmente custam mais e possuem diferenciais que ficam “perdidos” no marketplace.

Vamos voltar ao exemplo do e-commerce infantil. Se você revende alguma marca, por mais que sejam ótimos produtos, são produzidas várias peças de um mesmo modelo que, por sua vez, competem de igual para igual com seus principais concorrentes.

Agora, se é a sua própria equipe quem faz essas roupas sob medida ou modelos “tal mãe, tal filha”, por exemplo, esse trabalho artesanal tem bem mais valor agregado, o que não é exatamente o que se costuma vender na Americanas. Então acaba que o seu cliente só vai pensar “nossa, que caro, vou comprar essa outra marca que eu já conheço”.

O mesmo acontece com móveis, por exemplo. Por que você acha que fabricantes de móveis planejados não costumam vender na Americanas, Carrefour e afins? Porque no e-commerce próprio você atinge menos pessoas mas trabalha muito melhor a identificação com o público, tornando sua loja uma referência para este nicho.

A OpenK está aqui para te ajudar

Agora sim você tem todo o conhecimento necessário para vender na Americanas e tomar as melhores decisões na sua operação. Seja qual for ela, nós estamos aqui para te ajudar.

Se você quiser vender na Americanas e em outros grandes marketplaces como a Magalu, Carrefour e Casas Bahia, por exemplo, apresentamos o Kanais, uma solução para integrar todos eles, facilitando muito o seu trabalho com o cadastro de produtos, guia de anúncios e gestão de preços. Você escolhe quais condições oferecer em cada canal e nós executamos.

Também é possível vender no seu e-commerce e em marketplaces, cadastrando todos os produtos na plataforma ou escolhendo só aqueles que vão performar melhor – como na dica que te damos aqui. Dependendo da sua estratégia, você pode, inclusive, não querer vender na Americanas ou não vender só com eles. Nós te apoiamos no que for e te encorajamos a fazer o que achar melhor.

Para fazer a melhor escolha temos um guia completo dos marketplaces: benefícios e oportunidades para alavancar vendas no seu negócio. Nele você vai poder comparar as taxas de comissões, requisitos e oportunidades de cada um, escolhendo o que mais faz sentido para a sua operação.


Comentários

Deixa seu Comentário