fbpx

Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

28/09/2018
Comentários

SEO para e-commerce

A internet é uma ferramenta ótima para negócios, mas muitas vezes pode ser complicado se colocar em evidência. Tanta informação disponível torna difícil que o seu negócio atinja posições de destaque sem um “empurrãozinho” a mais. O SEO para e-commerce é a resposta que você estava procurando para ter mais destaque online.

É como o posicionamento da loja física em relação ao fluxo de pessoas: para que as pessoas entrem na loja, você precisa primeiro estar na avenida principal, não é? Conseguir um bom posicionamento SEO para e-commerce é garantir maiores vendas para o seu negócio.

Quer entender um pouco mais sobre essa ferramenta? Então vamos começar!

Computador com o google aberto: usar bem o SEO para e-commerce é essencial para conquistar clientes.

O que é o SEO para e-commerce

A sigla SEO vem do inglês Search Engine Optimization, que quer dizer Otimização para Ferramentas de Busca. A ideia por trás do termo é definir um conjunto de técnicas e práticas que ajudam uma determinada página a web a aparecer em primeiro lugar nos sistemas de busca, se possível, ou pelo menos na primeira página do Google.

Se você está começando um negócio ou trazendo sua loja física para vender online, o SEO para e-commerce é a melhor forma de conquistar um fluxo de clientes. Sabe por quê? Bem, o Google é a avenida principal que citamos logo ali em cima. O SEO é o que vai te colocar nela.

A principal forma de trabalhar o posicionamento de uma página do seu site nos mecanismos de busca é através de palavras-chave. Elas são os termos relacionados às pesquisas mais realizadas, basicamente a maneira que as pessoas usam para buscar alguma coisa no Google.

O que determina qual posicionamento cada postagem vai ter em uma procura é um sistema automatizado. As ferramentas de busca usam “robôs”, que são na verdade programas de computador que vasculham a internet à procura de conexões entre o conteúdo do seu site – textos institucionais, descrições de produtos e o código – e os termos de busca.

Ao usar o SEO para e-commerce, colocamos a palavra-chave em locais estratégicos da página, como título, subtítulos e na meta descrição do site. Assim, os robôs compreendem que a palavra-chave usada na busca está ligada ao texto.

Como aplicar o SEO no seu e-commerce

Para usar o SEO para e-commerce, normalmente o principal caminho é adotar uma política de inclusão das palavras chave sempre que possível. Isso na estrutura do seu site, nas categorias, no código por trás e onde mais for possível.

Ter um blog ou portal sobre assuntos relacionados ao que se vende também ajuda bastante, pois indexa páginas do seu domínio e aumenta o rankeamento do site inteiro.

Indexação é a classificação do seu site pelo mecanismo de busca, ou seja, o lugar que ele ocupa na página de resultados. O melhor é sempre estar na primeira colocação, mas estar na primeira página já é uma vitória.

Página mostrando resultado de visualizações.

Entendendo a palavra chave

Para começar a entender como implementar essa ferramenta, você precisa saber que o SEO para e-commerce só vai funcionar se você escolher uma boa palavra-chave. Analise os concorrentes e o público: tente entender o que é mais pesquisado e quem está melhor posicionado para ter uma ideia do que fazer.

A partir dessa pesquisa você entende o que faz sentido para o seu negócio trabalhar em gerenciamento de palavras chave. Para se aproveitar melhor do SEO para e-commerce, você precisa encontrar aquelas que tenham sinergia com as suas vendas. Por exemplo: se você vende filtros de motor, maximize a página para pesquisas sobre óleo lubrificante.

Outra coisa importante é ter a certeza de que seu site está funcionando corretamente. Para isso, existem diversas ferramentas que você pode usar. Uma das melhores é o SEO Meta in 1 Click, uma extensão do Google Chrome que ajuda a ver os dados da sua página que são relevantes para o SEO.

Tão importante quanto é o Check My Links, uma extensão que rastreia links quebrados. Um link quebrado é aquele que quando você clica não chega a lugar nenhum por um erro de digitação ou por motivos externos, como a página ter saído do ar.

Se o robô do mecanismo de busca encontrar defeitos, ele vai derrubar a classificação do SEO para e-commerce e talvez seu site saia da primeira página.

A melhor ferramenta para escanear o seu site e encontrar os erros é o Screaming Frog, que procura não apenas problemas nos links, mas em tudo que pode comprometer a sua classificação SEO para e-commerce.

Dessas três ferramentas, apenas o Screaming Frog, que oferece mais funcionalidades, é pago. Todas as outras são gratuitas!

Como aplicar o SEO na sua página

Ao se decidir por uma palavra-chave, é preciso usá-la de forma otimizada. Isso significa aplicá-la no máximo de locais que podem influenciar o SEO para e-commerce. A lista desses locais é a seguinte:

  • Título da página;
  • Cabeçalho;
  • Subtítulos;
  • Corpo de texto;
  • Descrição dos produtos;
  • Títulos das imagens;
  • Texto alternativo da imagem;
  • Meta descrição.

Se conseguir usar em todos os pontos citados acima, você está no caminho certo! Existem mais técnicas, mas começar com essas já te diferencia e muito da maioria dos e-commerces pequenos e médios pela internet.

O título da página, por exemplo, deve estar em H1, o que é essencial para fazer funcionar o SEO para e-commerce. Sem isso, nada mais adianta. O Google começa a ler a página pelo seu título, buscando especificamente o código <h1>, ou header 1. Se ele não estiver lá com uma palavra chave bem definida, suas chances de indexar o site caem bastante.

A densidade da palavra-chave com relação ao total de texto deve estar entre 1 e 2% para que o robô compreenda sua importância para a página. Só tome cuidado para não repeti-la demais nem usá-la fora do contexto: isso normalmente imputa em penalizações pela ferramenta de busca.

Tente usar a palavra chave em pelo menos um H2, nas descrições e textos alternativos das imagens e na descrição da página. Isso aumenta a sua relevância e faz a indexação ficar mais simples.

Celular fazendo pesquisa no google: a responsividade é importante para classificar o SEO para e-commerce.

Velocidade da página e o SEO para e-commerce

Da mesma forma que um site com problemas cai nas classificações, um site que tem maior velocidade para carregar sobe. Os mecanismos de busca como o Google dão prioridade a páginas que podem ser acessadas facilmente por celular e computador sem demora.

Cheque se o seu site está carregando rapidamente usando o Chek My Site, uma ferramenta do próprio Google.

Uma ótima forma de indexar bem seu negócio no Google é tendo um bom desenvolvedor trabalhando no seu site para garantir que ele não vai apresentar erros. Se você está começando ou migrando seu negócio para a internet, dê uma olhada nos serviços que a OpenK tem para te ajudar!


Comentários

Deixa seu Comentário