fbpx

Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

27/08/2021
Comentários

Pessoa passando fita para lacrar uma caixa de papelão.

Mais um mês chegando ao fim e estamos aqui, firmes e fortes no nosso propósito de te deixar sempre informado sobre o que acontece no mundo dos e-commerces. Responda rápido: para o seu negócio, como tem sido o mês de agosto: lucrativo, deixando a desejar? Pra não deixar nenhuma oportunidade passar em branco, trouxemos o famoso resumão dos últimos 30 dias.

Você que trabalha no e-commerce sabe que perder o timing de uma boa oportunidade pode ser crucial e impedir que seu negócio saia na frente dos concorrentes, não é? Por isso, tivemos o cuidado de separar as principais notícias que vão te ajudar nos próximos dias.

Dividimos as novidades do mês de agosto entre previsões nos marketplaces, dados de crescimento do segmento e inovações no âmbito da logística. Mas não vamos nos adiantar tanto. Queremos detalhar cada uma delas para que você aproveite ao máximo as informações que temos aqui.

Vamos começar nosso resumão do mês de agosto?

Pessoa segurando cartão de crédito em frente a uma seção de produtos em um e-commerce.

Boas previsões para o marketplace no mês de agosto

O mês de agosto veio cheio de esperança e boas notícias para os marketplaces. Já sabemos das altas que as compras online estão passando desde 2020, mas o que podemos te adiantar para o futuro são: novas promessas de plataformas e mais investimentos do Mercado Livre no Brasil.

E, claro, para não perder as melhores oportunidades, separamos também dicas importantes de quem tem autoridade em e-commerces para manter suas vendas em alta. Confira agora:

Marketplace da Abad para atacadistas deve estar no ar até o final deste ano

A Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados (Abad) é uma instituição que promove e defende o desenvolvimento do setor atacadista distribuidor e você que trabalha com o atacado já deve conhecê-los, não é? Sabia que eles estão programado o lançamento de um marketplace até final de 2021?

Neste mês de agosto já assinaram a criação de um canal digital de vendas para o setor atacadista e distribuidor. E mesmo com o lançamento para o fim do ano, existem 50 redes na fila para usufruir desse novo canal. O projeto tem parceria com a Infracommerce, uma empresa importante no setor de e-commerces. O objetivo é beneficiar os varejistas e ter um portfólio de produtos variados.

Aqui no blog, não é nova essa ideia de abrir um atacado online e já até ensinamos o passo a passo de como fazer. Com vasta experiência com atacados e indústrias, podemos te dizer que automatizar esses processos no seu marketplace ajuda tanto a sua operação como seu cliente. É uma forma de facilitar o processo de compra, diversificar seu mix, sem deixar de lado a facilidade e segurança ao comprar online.

#DicaOpenK: Como especialistas na área, acreditamos muito no potencial das vendas online e nas mais diversas opções para o empresário. Entre elas, destacamos a venda sem estoque como o dropshipping e você pode saber mais sobre aqui.

Como manter o e-commerce crescendo após o mês de agosto?

Desde 2020, com a pandemia, o modo de consumo mudou e as empresas precisaram se adequar a isso. Com os marketplaces não foi diferente: o boom foi gigantesco e quem não investiu perdeu muitas vendas. Mas, claro, sempre é tempo de correr atrás do prejuízo ainda neste mês de agosto.

Quem adequou sua loja online saiu na frente dos concorrentes, mas como será agora, com a retomada do comércio físico? A boa notícia é que a tendência é que os marketplaces continuem a vender muito, mas vão dividir espaço com as visitas presenciais às lojas.

Por isso, neste mês de agosto, uma das notícias que trouxemos e que pode te ajudar muito em relação a isso é uma matéria da E-commerce Brasil que mostra como é possível manter seu e-commerce crescendo. Se essa é uma dúvida sua, é bom ficar atento.

Uma das grandes vantagens do e-commerce é que você pode saber onde está errando na hora das vendas. Com os dados disponíveis, é só interpretar e transformar as oportunidades em negócios. Falando assim parece fácil, não é?

Mas o foco está realmente em entender o que o consumidor quer e qual a melhor forma de atendê-lo. Então, vamos esquematizar todas informações do mês de agosto aqui para que sua loja continue crescendo, os pontos principais citados são:

  • Saber interpretar dados: Seu ambiente precisa oferecer ferramentas para vender mais, por isso é importante ter um diagnóstico que te mostre o que levou o cliente a não comprar da sua loja, porque um produto faz sucesso com uns vendedores e outros não, como é possível melhorar a experiência dos clientes (na compra e atendimento);
  • Ter um planejamento: A partir dos dados que citamos antes, você estabelece sua estratégia. Mas não é possível construir esse plano com dados isolados. Tudo precisa estar integrado e você precisa analisar seu negócio como um todo.

Fazendo isso, os marketplaces conseguem melhorar a oferta, evitar que os compradores fiquem insatisfeitos e, claro, escapar do tão temido abandono de carrinho.

#DicaOpenK: E se você quer entender melhor sobre o salto para o atacado online das empresas B2B, nós já falamos sobre esse assunto aqui e vale a pena conferir. Podem garantir vários insights para seu negócio!

Mercado Livre se torna um dos ecossistemas de negócios em operação no Brasil

Não é de hoje que o Mercado Livre ganha destaque nas manchetes. Recentemente, falamos sobre o Mercado Pontos e como ele pode ajudar tanto o consumidor quanto o lojista. Mas o assunto deste mês de agosto é outro: como o MeLi cresceu e deixou de ser considerado só um marketplace para dominar as experiências de compra para ambas as partes.

A empresa já está há 22 anos no mercado, mas com a pandemia o avanço da marca foi ainda mais substancial. Na última edição do Fórum Lide de Marketing e Varejo, o destaque foi não apenas o crescimento da empresa no geral, mas o investimento deles aqui no Brasil e a aceleração do aumento das operações durante a pandemia.

Só nos últimos 18 meses, cerca de 13 milhões de pessoas entraram no e-commerce, além de 1 milhão de novos vendedores que a plataforma ganhou. Não foi à toa que a empresa investiu em seus outros produtos, que ancoraram esse crescimento:

  • Mercado Envios: solução de logística;
  • Mercado Pago: operação de créditos;
  • Mercado Ads: para área de publicidade.

Com esses investimentos e números gigantes, não nos admira que o Mercado Livre tenha sido notícia neste mês de agosto com o sucesso como plataforma. Ele, inclusive, já se posiciona com os grandes, como o MagaLu.

Pessoa usando computador, analisando gráficos em um papel e fazendo anotações em um caderno.

Como aproveitar as oportunidades e crescimento do e-commerce

Sabia que o mix de produtos pode te ajudar a vender mais? Aliás, não só isso. Estar sempre atento aos dados do mercado pode oferecer oportunidades ricas.

Vender online é muito mais do que estar presente nas redes sociais e ter um site. Uma operação bem integrada traz lucros incríveis para quem quer aproveitar. Se você tem uma loja física no nordeste do país e não investe no online, por exemplo, está perdendo a grande oportunidade de vendas em outras regiões.

Viu só que o mês de agosto só tem oportunidade boa para quem sabe aproveitar? Por isso, vamos ver agora questões sobre crescimento e mercado:

E-commerce no Brasil bate recorde e atinge R$ 53 bilhões no 1º semestre

O mês de agosto também veio para marcar o fechamento do primeiro semestre com a boa notícia vinda do Ebit|Nielsen. As vendas online bateram recorde e cresceram 31% em relação ao mesmo período do ano passado, como mostra a 44ª edição do Webshoppers.

Aqui no Brasil, esses resultados apareceram, principalmente, por conta de dois indicadores:
aumento de 22% no ticket-médio e de 7% no número de pedidos.

Então, o que podemos tirar de conclusão disso é que o momento atual do e-commerce é de consolidação depois do crescimento grandioso que aconteceu no ano passado. O cliente já se adaptou à comodidade de comprar online e receber em casa, por isso o que você, como vendedor, deve fazer é investir em plataformas que ofereçam o que o consumidor precisa.

Ter um mix completo, uma plataforma que permita a melhor experiência do usuário e um atendimento personalizado agora são obrigatórios em todo e-commerce. Se você ainda não investe nisso, está mais do que na hora de procurar uma empresa confiável e que te proporcione segurança e qualidade quando falamos em vender online.

Por isso, atenção a alguns pontos destacados neste mês de agosto:

  • Tenha uma plataforma responsiva: Muita gente compra usando o computador, mas as vendas no mobile já são metade do faturamento total dos e-commerces no Brasil. Até o mês de agosto o número de pedidos feitos dessa forma cresceram 56,3%. Por isso, se seu site ainda não está adaptado, você está perdendo muitas vendas;
  • Diversifique seu mix: Uma das grandes vantagens de vender online é poder vender itens variados. Produtos esportivos, de pet shop e casa e decoração tiveram alta expressiva, segundo o relatório da Ebit|Nielsen. Por isso, que tal aumentar seu catálogo e atender também aos setores que estão crescendo?;

#DicaOpenK: Uma boa forma de diversificar o mix e ter mais produtos, sem ocupar mais espaço no seu estoque é a VEZ – venda com estoque zero. Se não conhece ainda, é só clicar aqui.

Vendas do e-commerce do Magazine Luiza crescem 46% no segundo trimestre de 2021

O mês de agosto foi de sucesso para o Magazine Luiza e para os vendedores deste marketplace. No ano passado, neste mesmo período, o prejuízo foi de quase R$ 65 milhões, mas já neste segundo trimestre de 2021 os danos foram reparados com o faturamento líquido de R$ 95,5 milhões.

Só no online, as vendas subiram 46%, totalizando cerca de 60% com ajuda das lojas físicas. Esse resultado é uma injeção de ânimo para quem acha que os lojistas vão perder o fôlego das vendas online.

Vender em marketplaces pode ser uma oportunidade incrível para quem quer aproveitar o nome Magalu e outras tantas no mercado. A confiabilidade e segurança que elas geram no consumidor podem ser bem maiores do que construir sua marca do zero. Então, quem está começando agora, pode partir desse ponto para sentir o termômetro do e-commerce, principalmente após o mês de agosto.

#DicaOpenK: Sabemos que é muito comum vender em mais de um marketplace. Mas para que sua operação seja realmente um sucesso, é preciso ter uma operação bem integrada. Saiba como fazer isso com o Kanais.

Figital pode ser ótima opção pós-pandemia

Neste mês de agosto também vimos uma notícia interessante no mundo das vendas. O site Meon noticiou que o e-commerce Tudo de Bicho vai abrir uma megastore em São José dos Campos. E escolhemos essa novidade para te contar que esse pode ser um caminho para você também.

No caso do petshop, seu CEO resolveu abrir lojas físicas com foco na experiência do consumidor, no caminho inverso dos grandes varejistas do Brasil. A loja foi montada em 2017 na internet e só agora quer dar esse passo, depois de ocupar o quarto lugar neste segmento no online.

Muita gente fez o caminho inverso: tinha loja física e abriu o online. Mas, durante a pandemia, o número de pessoas investindo pela primeira vez (e exclusivamente) no online foi grande. Os lucros vieram, claro, mas com certeza quem está nessa situação está vivenciando a incerteza de como as coisas serão depois que a pandemia acabar.

Se você investiu em um e-commerce e teve sucesso, por que não abrir novas oportunidades com o figital? Aliás, se você não sabe, o termo é uma junção de físico com digital e corresponde a uma nova abordagem, pela qual empresas, sobretudo as que atuam no varejo, se propõem a oferecer mais que produtos, mas experiências memoráveis.

Tendo uma gestão integrada de estoque, é possível manter os dois e focar em um atendimento diferente no meio físico. Você já tem sua marca e seus produtos, então que tal criar uma nova experiência para seus clientes a partir dessas informações do mês de agosto?

Pessoa passando fita para lacrar uma caixa de papelão.

A importância do frete e da logística nos e-commerces

O mês de agosto também veio para focar em dois pontos importantes nas vendas online: frete e entrega. Quantas pessoas não desistem da compra por conta do frete alto? E o prazo e qualidade de entrega?

Pois é, a experiência de compra é o todo: desde o momento em que o consumidor entra na sua loja virtual até o pós-venda. Sabemos que essa logística pode até não depender exclusivamente de você, mas é um ponto de atenção que é, sim, possível melhorar.

Vamos pensar sobre essa temática com notícias levantadas durante o mês de agosto:

O sucesso do e-commerce também depende da entrega

Desde o início da pandemia, e-commerce brasileiro vive uma escalada intensa nas compras pela internet. Mas com as lojas virtuais se adaptando para atender cada vez mais às exigências do cliente, a redução do prazo de entrega vira arma para conquistar os consumidores.

Para medir o sucesso de um e-commerce precisamos considerar também a última milha. Para as transportadoras, esse termo se refere ao trajeto final que uma mercadoria percorre quando sai do centro de distribuição até a casa do consumidor. Exatamente por isso, o mês de agosto trouxe um estudo de como elas podem melhorar esse serviço.

Entre as soluções, já foi destacada a necessidade de um investimento tecnológico melhor. Por isso, alguns empresas do ramo já tem pensado em soluções como:

  • Expandir centros de distribuição;
  • Mais atenção e foco no serviço de última milha;
  • Melhoria no sistema de logística integrada; 
  • Possibilidade de o cliente acompanhar o pedido em tempo real;
  • Implantação de canais de atendimento entre consumidor e transportadora.

E o que isso afeta para o vendedor de e-commerce? Bom, na hora de fechar seu contrato com quem faz a entrega, é importante analisar esses pontos. E mais: se você quer realmente ter sucesso no seu negócio, invista em transportadoras que estão sempre de olho nessas melhorias. Isso afeta diretamente sua loja virtual e sua reputação com os clientes.

#DicaOpenK: Você sabe quais são as melhores formas de envio? Preparamos um guia da entrega para que você não se sinta perdido nessa hora. Confira aqui.

Abandono de carrinhos de compra chega a 61% no e-commerce

Foram todas ótimas notícias até aqui, mas o mês de agosto também não veio só com positividade. E esse alerta é bom para que você veja as possibilidades que tem de melhorar e como pode fazer isso antes que seu negócio seja prejudicado.

São muitas as razões que fazem um cliente desistir da compra. E, mesmo com o boom do e-commerce, as lojas virtuais ainda sofrem com a desistência por parte dos compradores na hora de escolher a mercadoria. Com essa notícia, nosso foco é te ajudar a como evitar isso e aqui vão as dicas do mês de agosto:

  • Tenha equilíbrio entre o valor do produto e o frete;
  • Disponibilização de opções de entrega para o cliente escolher a melhor para ele; 
  • Tenha o máximo possível de opções de pagamento;
  • Facilite o cadastro na loja virtual;
  • Use o check-out transparente para facilitar a finalização da compra.

São dicas que podem parecer simples para quem lê, mas que se não forem bem aplicadas são um verdadeiro transtorno para o cliente. Colocando isso em prática, depois é só analisar se o número de desistências caiu ou se o problema no seu e-commerce é outro.

Inscrições abertas para evento sobre logística para aumentar as vendas no e-commerce

O resumão do mês de agosto também vem com dica de evento. Entre os dias 22 e 23 de setembro, o Melhor Envio organiza o Frete sem Neura, que vai ser online e gratuito focado em logística para e-commerce, O intuito é ajudar empreendedores de todos os tamanhos a entender como aumentar as vendas oferecendo custos de envio mais baratos.

E o nome do evento vem justamente porque o frete é um dos maiores empecilhos para que pequenos e médios negócios digitais cresçam e prosperem no Brasil. Usar o Frete sem Neura é uma forma de mostrar aos empreendedores que o frete não precisa ser uma questão complicada na gestão de um e-commerce.

Ou seja, este mês de agosto trouxe uma ótima oportunidade de aprender maneiras de baratear o custo do frete e tornar os negócios mais competitivos, mas muitos lojistas não sabem como fazer isso.

Se interessou? As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no site do evento. Uma única inscrição já dá acesso aos dois dias de palestras. Olha só alguns dos temas que vão ser discutidos:

  • Como vender mais entendendo a logística dos marketplaces;
  • O que é e como aproveitar a experiência unboxing;
  • Como entender os algoritmos dos marketplaces;
  • Como não deixar o frete ser inimigo da sua loja. 

E muito mais.
Muita informação neste mês de agosto, não é? E nada melhor do que se despedir dele com muita novidade e vários insights de como levar seu negócio além! E como falamos muito aqui sobre marketplaces, que tal aprender de verdade a como vender no Carrefour e ter sucesso na sua operação? Nós te ensinamos tudo neste texto.

Te esperamos lá!

Banner de divulgação da empresa OpenK. Ao fundo, caixas com símbolo de carrinho e o botão: Fale com nosso especialista.


Comentários

Deixa seu Comentário