fbpx

Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

09/12/2020
Comentários

Uma das melhores coisas a respeito do mês de dezembro é que as lojas nem precisam investir em ofertas de Natal mirabolantes para ter um bom desempenho. Empresas que já estão bem estabelecidas ou que trabalham com produtos visados, como artigos para presente, já conquistam os consumidores só de manter as portas abertas no fim de ano.

Quando falamos de e-commerce, então, o cenário é melhor ainda. Dentre todas as dificuldades e perdas, 2020 trouxe pelo menos uma mudança positiva: o brasileiro está comprando mais pela internet e deve manter o ritmo com as ofertas de Natal.

Segundo dados da 41ª edição do Webshoppers, o mais amplo relatório sobre e-commerce do país, só nos quatro primeiros meses de 2020 o faturamento online somou R$22,9 bilhões, 32% do resultado de 2019. A Black Friday consolidou a preferência e mesmo com crise e pandemia o arrecadamento aumentou 31% em relação ao ano passado, chegando a R$5,1 bilhões.

Diante desses dados, podemos identificar dois tipos de empresário: aquele que decide apenas seguir a corrente, confiante de que o cenário favorável se encarregará de alavancar as vendas, ou aquele que enxerga nesses números um terreno fértil para lucrar ainda mais com planejamento, investimentos certeiros e ofertas de Natal.

Caso tenha se identificado com o segundo caso, esse post é para você. Confira a seguir algumas dicas para ir além do básico e bater recordes neste fim de ano:

1) Conheça seu público

Independente do segmento, toda campanha de vendas bem sucedida tem algo em comum: elas são estruturadas a partir de um público-alvo específico, com hábitos e preferências que são usados como fonte na tomada de boa parte das decisões.

Não é preciso uma grande pesquisa de público para obter esses dados, embora elas tenham bastante utilidade. Quer dizer, não é preciso fazer uma grande pesquisa externa, uma vez que o desempenho da sua loja em Natais anteriores já oferece boas indicações do interesse da clientela.

Para encontrar esses dados, basta acessar o histórico de compras da sua plataforma de e-commerce, caso trabalhe com esse recurso. Os produtos que foram campeões de venda são excelentes candidatos para protagonizar suas ofertas de Natal, uma vez que o interesse por eles já foi manifestado anteriormente.

Não conseguiu encontrar nenhum destaque? Talvez isso seja um sinal de que é hora de repensar o seu mix e aproveitar a temporada de compras para apresentá-los ao público em uma campanha caprichada.

2) Escolha os produtos para as ofertas de Natal

A etapa de seleção ainda não acabou. Depois de fazer essa triagem a partir da preferência dos consumidores, é hora de analisar como expandir seu mix de produtos de acordo com esses dados com mercadorias que sejam similares ou até mesmo complementares aos itens favoritos de acordo com seu orçamento e linha de atuação.

Se o iPhone X foi sucesso de vendas no ano passado, o mais provável é que o modelo mais recente da Apple seja mais desejado dessa vez. Da mesma forma, se o seu público está interessado em smartphones (os campeões de venda da Black Friday), pode ser interessante oferecer também acessórios para eles nas suas ofertas de Natal, como headphones, capinhas especiais e afins, que além de tudo são ótimas opções de presente.

Esse tipo de raciocínio pode ser estendido para uma série de segmentos. Basta um olhar analítico para os dados, misturado com informações sobre o nicho e uma dose de criatividade. Em uma temporada em que os presentes são o carro-chefe, vale pensar como uma mesma categoria de produtos pode funcionar tanto como presentão quanto como lembrancinha.

Duas mulheres de máscara e luvas sorrindo e segurando presentes de Natal.

3) Invista na divulgação

O período das vendas de fim de ano pode favorecer o e-commerce sem muito esforço por parte dos empresários. No entanto, não podemos deixar de considerar que o vento que te favorece também favorece a concorrência. Então é importante ter um plano de divulgação.

Mesmo quem não pretende investir em grandes ofertas de Natal tem muito a se beneficiar de uma boa estratégia de marketing nesse período e quando falamos em vendas pela internet não há dúvidas sobre o melhor caminho: marketing digital.

Quem ainda não é adepto dessas ferramentas tem aí uma excelente oportunidade de correr atrás do prejuízo. Recursos como Google Ads e Facebooks Ads permitem que você exiba seus anúncios nessas plataformas para um público segmentado de acordo com as características do seu perfil de consumidor. O Youtube possui um serviço semelhante, com propagandas que podem aparecer no próprio vídeo ou então na página do usuário.

O que não falta é opção e o que vai orientar sua escolha – de novo – são as preferências do seu público alvo e as possibilidades de investimento. Para quem deseja economizar, a boa notícia é que essas ferramentas costumam ser bem intuitivas e a internet oferece uma fonte inesgotável de conteúdos para te ajudar a dar os primeiros passos. Olha só:

4) Atualize seu layout

Diferente do que acontece no ponto de vendas físico, a decoração de Natal não funciona como chamariz de vendas na loja online, certo? Errado!

Tudo bem que estamos falando de cenários diferentes e o e-commerce não pode contar com uma árvore de Natal para atrair a clientela como acontece nos shoppings. Mas isso não significa que não dá para entrar na onda.

Uma identidade visual temática pode fazer toda diferença nessa época, já que indica logo de cara que naquele site o consumidor irá encontrar ofertas de Natal que valem o clique. Não é preciso repaginar o layout inteiro. Basta investir nos detalhes. Confira alguns pontos que não podem ficar de fora:

  • Cores temáticas em locais estratégicos da página, como banners, logo e composição das imagens nas redes sociais;
  • Logo natalina especial, com símbolos característicos da data (gorrinho de Papai Noel, flocos de neve, pisca-pisca);
  • Menu especial no site reunindo as ofertas de Natal;
  • E-mail marketing temático com curadoria de ofertas de Natal e identidade visual temática;
  • Feed temático nas redes sociais e conteúdo direcionado para a data.

Homem sentado no sofá com notebook no colo, segurando cartão de crédito, próximo de árvore de Natal

5) Turbine sua página

Para finalizar, fica aquele lembrete amigo que não adianta nada investir em divulgação, design e mix de produtos caprichados e deixar a manutenção do site de lado. Se o objetivo das ofertas de Natal é atrair mais público para loja, sua página precisa estar preparada para receber esse tráfego com agilidade e sem erros.

Aproveite o início do mês para fazer uma boa revisão na performance do site e use o desempenho da Black Friday com uma espécie de “test drive” para o Natal. Como estava a velocidade na fatídica sexta-feira? Seus clientes tiveram problema na hora de realizar o pagamento? A hora de resolver todas essas questões é agora!

Para mais dicas, veja como melhorar a experiência do cliente na sua loja virtual com as dicas infalíveis da OpenK. Te espero lá, ok?


Comentários

Deixa seu Comentário