fbpx

Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

30/09/2020
Comentários

braço de mulher segurando caixas de papelão entregues por entregador uniformizado

Já parou para pensar em quais são os diferenciais de um e-commerce de sucesso? Para o varejo tradicional a resposta muitas vezes está no preço e na qualidade dos produtos, mas o sucesso das vendas pela internet depende mesmo é da excelência em outro aspecto: a gestão de entregas.

Fazer uma boa gestão de entregas é diferente de simplesmente entregar o produto dentro do prazo. Com a variedade de mercadorias disponíveis e as mais diferentes formas de pagamento, o único aspecto que o e-commerce poderia ficar atrás da experiência de compras presencial é o imediatismo.

Quem compra quer ter o produto em mãos o quanto antes. Só uma boa gestão de entregas é capaz de encurtar o intervalo entre o momento da compra e o recebimento da mercadoria, tornando a transação online mais vantajosa em todos os sentidos.

Continue a leitura e veja como aperfeiçoar esse processo na sua loja!

braço de mulher segurando caixas de papelão entregues por entregador uniformizado

Os três pilares da gestão de entregas

Quando falamos em gestão de entregas, estamos falando dos processos envolvidos no transporte e movimentação de mercadorias, do estoque até as mãos do cliente. Entram aí etapas como definição do serviço, planejamento de rotas, rastreamento da frota e muito mais.

Todas essas atividades giram em torno de um único objetivo: entregar os produtos dentro do prazo estabelecido, com segurança e custos reduzidos, sem comprometer o resultado final.

Além de ser essencial para a empresa cumprir sua parte da transação, uma gestão de entregas eficiente aprimora a experiência de compra no e-commerce, eleva a satisfação do consumidor e faz toda a diferença no processo de fidelização de clientes.

Na prática, o conceito de gestão de entregas eficiente pode ser resumido em três pilares:

1. Menor prazo possível

Lembra do que falamos na introdução? Para se destacar e ganhar a preferência do consumidor, é preciso ir além de simplesmente cumprir o prazo de entregas.

Foi a logística que transformou a Amazon em líder mundial no varejo eletrônico, com uma gestão de entregas que é case de sucesso no mundo todo. Além de permitir ao cliente comprar com apenas um clique pelo site, a entrega rápida tem como objetivo reproduzir a experiência, com produtos que podem chegar até no mesmo dia, dependendo da cidade.

2. Compromisso com frete baixo

Sabia que 33,9% dos clientes já deixou de comprar pela internet por causa do valor do frete? Esses dados são da pesquisa realizada pela Social Miner, que mapeou o comportamento do consumidor em busca de insights sobre o futuro do consumo em um mundo pós-COVID 19.

O mesmo levantamento revela que o preço da entrega é responsável por 59% da retenção de clientes do e-commerce. “Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades” e cabe às empresas, portanto, o dever de sistematizar uma gestão de entregas que não onere seus clientes.

mulher abrindo caixa de papelão com estilete

3. Compromisso com a integridade do produto

Não adianta oferecer frete grátis mas entregar uma mercadoria danificada pelo transporte. Por conta da pandemia, muitos brasileiros estão comprando pela internet pela primeira vez e a preocupação com o estado dos produtos recebidos ainda impede muita gente de dar o clique final na hora de fechar a compra.

Portanto, não é contratando um serviço duvidoso – mas muito mais barato que a média – que a sua empresa vai obter sucesso na logística. O barato pode sair muito caro, tanto para sua empresa, quanto para o cliente.

Preço baixo, sim, mas segurança, também.

Como obter sucesso na gestão de entregas?

Depois de ler sobre os três pilares da gestão de entregas, você deve estar se perguntando como articular todas essas demandas em um serviço eficiente e que não dê prejuízo.

Parece desafiador – e é mesmo – mas com as ferramentas certas dá para fazer essa conta fechar.

Olha só:

ERP: o segredo está no sistema

Quem quer realizar uma boa gestão de entregas precisa contar com um sistema que irá automatizar os processos e garantir a integração dos diferentes setores da empresa que fazem parte dessa operação. A principal solução no mercado atualmente são os softwares ERP, também conhecidos como sistema integrado de gestão empresarial.

Através dessa plataforma é possível organizar uma cadeia de comandos e atividades que acompanham o produto em seu percurso desde o estoque até o encaminhamento para a transportadora. Automatizando essas etapas, você torna os processos internos mais eficientes, com todas as informações centralizadas, e com menos abertura para erros.

Logística, o amparo do sistema

caixas em miniatura com ilustração de carrinho de compras sobre teclado de notebook

Por melhor que seja seu sistema ERP, ele não vai trabalhar sozinho. O sistema dá as ordens, mas não sem antes alguém definir quais ordens são essas.

Veja só: depois que o cliente faz o pedido e realiza o pagamento, o programa deve retirar a mercadoria do estoque, separá-la para entrega e liberar uma nota fiscal. Mas em qual ordem? Quem fica responsável pelo quê?

É preciso estabelecer uma logística interna que determinará minuciosamente como esses processos vão se dar, para que não haja confusão entre a equipe.

O mesmo vale para o âmbito externo, quando o produto sai da empresa: quem fica responsável pela entrega? Quem leva os produtos até a transportadora? Isso também deve ser definido internamente, já que pode significar uma tarefa (e um custo) a mais para sua equipe e impactar o prazo do cliente.

Os Correios, por exemplo, possuem um serviço de recolhimento de mercadorias, mas será que vale a pena? Existem outras soluções no mercado? Qual o custo? É isso que seus gestores devem avaliar e definir.

Equipe, quem faz tudo acontecer

Por mais que os processos estejam cada vez mais automatizados, uma empresa ainda é feita de pessoas e é preciso contar com sua equipe na hora de estabelecer a gestão de entregas.

Lembre-se que são muitos setores envolvidos na gestão de entregas e cada um deve receber instruções específicas, mas também conhecer o processo como um todo, para que o trabalho seja realizado de maneira integrada não só através de um sistema.

Para otimizar ainda mais o trabalho dos colaboradores, é importante estabelecer metas e monitorar constantemente os resultados atingidos. Com ajuda do ERP, é possível identificar também aquelas etapas mais problemáticas, com dados precisos sobre o andamento de cada serviço.

Ao identificar a fonte do problema, reforce o treinamento e ouça os funcionários – são eles que conhecem mais do que ninguém o dia a dia do negócio e podem identificar falhas na logística.

Vai encarar?

Uma boa gestão de entregas deve funcionar como um número de dança bem elaborado. O sistema é a música que mantém todos no ritmo, mas é a logística que define os passos, e são os bailarinos – ou seja, sua equipe – que detêm a habilidade de executá-los. Sem um desses três, nada funciona.

O desafio é grande, mas, se seu consumidor não aceita menos do que a excelência, por que sua empresa irá aceitar?

A boa notícia é que com a ajuda da tecnologia e uma equipe preparada é possível chegar lá, e o mercado está cheio de soluções de inteligência e logística para te ajudar nessa empreitada. Mas como essa história não se esgota em um texto só, continue com a gente e veja mais dicas para oferecer entrega express no e-commerce!


Comentários

Deixa seu Comentário