fbpx

Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

22/02/2019
Comentários

Estamos vivendo uma era de avanços tecnológicos em que quase tudo é mais fácil e acessível, inclusive  abrir uma loja virtual do zero. Graças à informatização, o estoque zero no e-commerce aumenta ainda mais a possibilidade de diminuir os custos de estocagem e distribuição representa uma transformação ainda mais extrema nesse modelo de negócio.

Parece incrível, e realmente é. Mesmo assim, as informações a respeito de alternativas para implementar o estoque zero no e-commerce ainda são pouco difundidas.

O intuito desse artigo é te colocar a par dessa inovação que tem tudo pra ser a próxima grande virada nas vendas virtuais. Como fazer parte dessa tendência e quais são as possibilidades? Confira!

Estoque zero no e-commerce: o que você precisa saber?

O estoque zero no e-commerce está se firmando como uma das novas palavras de ordem do comércio eletrônico quando se trata de crescimento e expansão de negócios.

Um bom exemplo para ilustrar o uso dessa modalidade é a loja Zappos, dos Estados Unidos, um e-commerce similar ao que seria a Dafiti no Brasil. A gigante dos calçados foi lançada em 2004 e atendia a pedidos e remessas mais baixas. O CEO Tony Hsieh, em uma entrevista para o Harvard Business Review, contou como o sistema funcionou para os primeiros momentos do e-commerce, até a sua consolidação.

Segundo Tony, seus fornecedores se encontravam espalhados pelos Estados Unidos e, na época, o controle de estoque disponível nos dropshipping era quase nenhum. Confiar na boa fé dos fornecedores e aumentar os prazos de entrega para os clientes foi o que fez com que o negócio desse certo.

Da mesma forma, temos a Amazon. A loja, mundialmente conhecida por seus preços e pela qualidade do serviço, também precisou de utilizar o método de dropshipping em seu início. Na época, os distribuidores enviavam os produtos diretamente para os clientes, sem que a Amazon tivesse uma participação na postagem.

Ainda hoje, a Amazon possui fortes parcerias para a entrega de mercadorias via crossdocking. Seus grandes centros de distribuição espalhados pelo mundo inteiro e os milhões de dólares faturados pela empresa nos mostram como o modelo pode ser eficaz para quem deseja trabalhar com estoque zero no e-commerce.

A técnica de vendas por dropshipping e o estoque zero no e-commerce abriram a possibilidade para lojas como a Zappo e a Amazon se tornarem gigantes do mercado com uma legião de clientes fiéis pelo mundo todo.

Respondendo a pergunta: o que você precisa saber sobre o estoque zero no e-commerce é que ele é uma grande tendência. A logística lean, ou enxuta, garante uma grande economia e permite entregas cada vez mais velozes. Se você não está pronto para ela, é melhor começar a se preparar nesse exato momento.

Nós te ajudamos! O primeiro passo é entender como o estoque zero no e-commerce funciona. Vamos saber mais? 

O que é o dropshipping?

O dropshipping é um modelo de negócio muito comum fora do Brasil, em que o lojista não possui produtos em estoque. Diferente dos modelos tradicionais, em que o dono da loja virtual abastece o estoque para depois vender, o e-commerce por dropshipping sistematiza a venda de modo que o produto saia direto do fornecedor para o consumidor final.

Em outras palavras, a loja online se torna uma mediadora entre o consumidor e o fornecedor ou fabricante, recebendo os pedidos e encaminhando encomendas em seu nome, tudo com estoque zero no e-commerce.

A principal diferença entre dropshipping e crossdocking é a metodologia. O fornecedor que trabalha com dropshipping tem seus próprios métodos de entrega, sendo que se sua logística for de ponta, não há a necessidade de paradas para organização em centros de distribuição, como é o caso do crossdocking.

O que é o Crossdocking?

Crossdocking é uma operação similar ao dropshipping no que diz respeito à implementação de estoque zero, mas possui algumas diferenças fundamentais em questões operacionais de logística.

Enquanto no dropshipping o produto vai direto para as mãos do cliente final por postagem do próprio fornecedor, no crossdocking há o envolvimento de um centro de distribuição, ou CD, para o esquema de entrega. O fornecedor recebe o pedido, o encaminha para o CD que, por metodologia, deve encaminhá-lo em até 24 horas.

O nome literalmente significa “cruzamento de docas” ou “docas cruzadas”, pois a operação normalmente envolve o descarregamento de um caminhão e o carregamento do próximo em grande velocidade. Então, o produto chega, é preparado e segue para o envio diretamente para o cliente em grande velocidade.

Vantagens de trabalhar com estoque zero no e-commerce

É claro que o custo reduzido da operação é o ponto principal, mas as vantagens de começar um negócio com estoque zero no e-commerce ou implantar esse novo padrão na sua loja já estabelecida vão muito além disso.

Além de facilitar as coisas para o empresário que está começando, principalmente nas questões logísticas de vendas, o dropshipping oferece a oportunidade de ampliação na cartela de produtos oferecidos em sua loja.

Com estoque zero no e-commerce o lojista não precisa ficar preso às limitações de espaço, por exemplo, e tem mais liberdade e segurança para investir em produtos novos. Ele poderá também ter parcerias com diversas distribuidoras e aproveitar ao máximo todas elas.

Isso permite um custo menor de start para novos negócios, e garante que os que já estão em operação se tornem mais dinâmicos nas entregas, poupando serviços e até contratação de equipe logística. Você mesmo pode fazer tudo.

No lado dos clientes, os benefícios são inegáveis. As entregas se tornam muito mais rápidas, e existe a possibilidade de trabalhar de maneiras novas e criativas.

O cliente pode fazer uma compra no site e, em poucos dias, retirar o produto direto na loja caso ele não fique muito tempo na residência. Ele pode acompanhar todo o processo de uma forma muito mais ampla, dependendo do nível de informatização da transportadora. Qual cliente não quer saber onde sua mercadoria está exatamente em tempo real?

O que está faltando para que o estoque zero no e-commerce se popularize?

Mesmo com tantas melhoras e evoluções nas técnicas que viabilizam as vendas com estoque zero no e-commerce, é preciso reconhecer que o modelo de dropshipping ainda precisa melhorar.

Mesmo com a facilidade da internet, fornecedores e lojistas ainda enfrentam muitos problemas quando o assunto é comunicação. Você quer trabalhar com dropshipping e seu fornecedor também, mas ambos precisam entender de logística, processos, burocracia e finanças para que o sistema seja eficiente. E quem vai montar o esquema são vocês dois, do zero. É muito trabalho.

Além disso, para quem nunca trabalhou com dropshipping ou crossdocking, pode ser difícil encontrar um fornecedor de confiança, principalmente se ele não oferece a opção de controle de estoque, nem mesmo um feedback simples dos produtos disponíveis e dos prazos de entrega.

Isso inviabiliza a implantação.

Uma solução viável para acabar com esses problemas seria uma plataforma ou algum canal que pudesse reunir fornecedores de dropshipping  e lojistas,de forma eficaz e segura, com troca de informações constante e clara, para que ambos pudessem trabalhar de forma sincronizada e com segurança.

O mercado está crescendo em volta disso, e se a sua preocupação com vender estoque zero no e-commerce é essa, pode ficar tranquilo. Em pouquíssimo tempo haverá um novo boom de softwares e integrações logísticas, e você fará parte dele.

Como em qualquer loja online, o vendedor deve sempre focar na qualidade dos produtos e do atendimento que oferece aos seus clientes. Oferecer meios de ter um feedback de qualidade e entrega dos produtos em seu site pode ser a melhor forma de classificar os fornecedores e poder descartar aqueles que quebrarem o acordo de vendas fechado com você.

Vamos melhorar sua comunicação com os clientes. Conheça o Restock da OpenK e se prepare que vem novidade por aí! 

Aqui na OpenK, você encontra tudo o que precisa saber  sobre como vender com o crossdocking e o dropshipping e ter sucesso para trabalhar com estoque zero no e-commerce!


Comentários

Deixa seu Comentário