fbpx

Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

24/05/2021
Comentários

Homem e mulher de negócios em centro de distribuição. Estão contentes, olhando para um tablet e um caderno, respectivamente.

Já começamos o texto te contando que sim, um centro de distribuição é uma ótima estratégia para um e-commerce. Os galpões instalados em locais estratégicos são capazes de diminuir drasticamente o tempo e custo de envio – os dois grandes gargalos da logística nas vendas online.

Agora, convenhamos, uma estrutura dessas não é para todo mundo. Se o seu e-commerce não atende várias regiões ou então não possui um inventário volumoso, este centro de distribuição pode não ser a melhor opção.

Mas se sua operação é de grande porte, atendendo todo o Brasil e em algumas regiões com conversões mais frequentes, vem com a gente que vamos te explicar mais a fundo como tudo funciona e o que você deve considerar antes de entrar de cabeça nessa proposta.

Funcionamento de um centro de distribuição

Imagem de rotina em um centro de distribuição. Há várias caixas pelo galpão, pessoas operando máquinas e outras no telefone.

É bem comum que as pessoas associem os centros de distribuição (CD) a um simples galpão para armazenar os produtos do estoque. E, nesse caso, o sistema não passa disso, um armazém. Só que um CD é muito mais do que isso, ele não se limita a apenas guardar mercadorias.

Na verdade, os produtos nem ficam muito tempo alojados justamente porque a operação é mais dinâmica: chegam e logo já são despachados. E para atender essa alta rotatividade é necessário um trabalho bem mais tecnológico e com etapas bem definidas. Em quase todos eles, o funcionamento é mais ou menos assim:

1.  Recebimento da mercadoria: quando o seu produto chega no galpão não é só achar um lugar que caiba e pronto. É preciso conferir toda a carga, documentação e já fazer o cadastro desses produtos no seu sistema de integração.

#DicaOpenK: Esses sistemas são chamados de ERP (Enterprise Resource Planning). Cadastrando os seus produtos assim que chegam, você tem acesso a todas as etapas – inclusive a emissão de NF e controle de rotas da transportadora. Entenda melhor o que é e para que serve o ERP.

2. Organização: pra deixar tudo mais ágil, é preciso pensar em como os produtos vão ficar dispostos. O ideal é que o seu centro de distribuição tenha áreas de descarga nas duas extremidades – uma para entrada e outra para saída. Assim, a rotina fica bem mais fácil.

#DicaOpenK: Na hora de separar os produtos, ainda há outra escolha a ser feita: deixar os primeiros que chegaram (FIFO) ou aqueles que estão com validade menor (FEFO) mais próximos à área de desembarque. Entenda melhor sobre essa organização no texto: “FIFO e FEFO: conheça os métodos e quando eles podem te ajudar

3. Separação e expedição: em e-commerces mal organizados esse processo pode levar até mais tempo que o frete em si. Em um centro de distribuição isso dificilmente acontece porque, quando um pedido chega, o produto já está praticamente pronto para sair. É só colocar a etiqueta e enviar para o cliente, ou mesmo para um outro CD.

Falando assim parece bem complicado, mas na verdade é muito simples, afinal (quase) tudo é automatizado. O que pode complicar é a movimentação constante e um fluxo que exige preparo de todos. Por exemplo, o produto chega no centro de distribuição, você recebe o pedido e o caminhão da transportadora já chega para buscá-lo depois de algumas horas.

É um processo rápido e esse é justamente um grande diferencial: dinamismo e automação.

Tudo o que você precisa saber para montar um CD

Homem e mulher de negócios em centro de distribuição. Estão contentes, olhando para um tablet e um caderno, respectivamente.

Viu como a capacidade do seu e-commerce pode aumentar bastante quando se tem um centro de distribuição? Mas antes de sair em busca de um para alugar ou construir o seu próprio, algumas variáveis devem ser levadas em conta.

Para não ter nenhum empecilho lá na frente, veja o que precisa ser feito agora:

Avaliação geográfica e logística

O primeiro passo é definir onde será este centro de distribuição e é sempre bom lembrar que é impossível encontrar tudo o que precisa em um só lugar. O trabalho aqui envolverá muitas escolhas, mas sempre de acordo com a estratégia do seu negócio:

  • Onde estão os seus clientes? Sabemos que uma das vantagens do e-commerce é poder vender para o Brasil todo, mas mesmo assim a maior parte das suas vendas vão para áreas de atuação específicas. Logicamente, se o seu centro de distribuição for mais próximo, o tempo de envio e valor de frete serão bem menores;
  • Onde estão os seus fornecedores? Na mesma situação, mas de forma inversa, você também adquire produtos para revender ou matéria-prima para fabricação. Escolhendo lugares estratégicos e com melhor custo-benefício, o tempo e dinheiro investidos para receber essas mercadorias também serão menores;
  • Dentro ou fora da cidade? Fora dos grandes centros as vias mais movimentadas são evitadas, além de não haver restrições no trânsito de caminhões. Por outro lado, lugares mais distantes podem não circular transporte público para os funcionários, além do problema de receber as trocas e devoluções. Se o correio cobre essa área, esses pedidos não vão voltar. Esses são alguns pontos a serem colocados na balança.

Impostos e custos

Imposto de Renda, IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social)… Todos esses impostos são os mesmos para o e-commerce e de uma loja física. Com toda certeza você já conhece bem cada um deles, certo?

A única diferença – ou ao menos a maior delas – no e-commerce é em relação ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços). E é justamente neste ponto que ter um centro de distribuição vai ajudar bastante.

Basicamente, esse imposto é pago sempre que o produto passa do nome da sua empresa para outra pessoa ou instituição. Mas cada estado possui uma taxa fixa de ICMS, o que vai impactar drasticamente no valor final do produto que o seu e-commerce está vendendo:

  • 18%: Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Sergipe, Tocantins, Alagoas, São Paulo, Maranhão, Minas Gerais;
  • 17,5%: Rondônia;
  • 17%: Espírito Santo, Goiás, Acre, Roraima, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará;
  • 20%: Rio de Janeiro.

Mas como um Centro de Distribuição pode te ajudar?

“Vamos supor que você tem um e-commerce de eletrônicos e, depois de feitas as devidas análises, chegou à uma precificação de uma TV em R$ 1.000,00. Se estiver vendendo em Minas Gerais, o valor da nota fiscal será de R$1.180,00 (100×18%). Já no Espírito Santo será de R$1.170.”

Só nessa brincadeira você já ganhou R$ 10,00. Agora imagine esse valor para 500 produtos/dia ao longo de um ano? Daria mais de R$1.800.000! É por esse e outros motivos que escolher colocar o seu Centro de Distribuição onde os impostos são menores vai favorecer muito na sua estratégia.

💡 Um outro ponto a ser levado em conta é a forma como é feita a legislação do seu e-commerce. Hoje temos clientes aqui na OpenK que contam com dois centros de armazenagem em uma mesma cidade – um com benefício fiscal para e-commerce e outro não. Nesse caso são dois CNPJs em um mesmo grupo econômico. Vale a pena se atentar a isso. 

Planejamento de distribuição

Se olharmos bem, este assunto foi o fio condutor de todo o texto. O planejamento é o ponto que resume todo o trabalho de um centro de distribuição. Caso contrário, ou ele vai se tornar uma operação desgovernada, ou então não vai entregar todo o seu potencial, não passando de um armazém.

O que queremos dizer é que ter um centro de distribuição exige um trabalho de organização geral no seu negócio, o que inclui ferramentas específicas e também um novo jeito de operar. Para fazer isso, será necessário passar por três etapas:

1º) Levantamento: lembra quando dissemos ali em cima que assim que os produtos chegarem eles precisam estar no seu sistema ERP? Pois então, antes disso você precisa mapear a que pé a sua operação está hoje nesse sentido, levantando as seguintes informações:

  • Número de produtos no estoque hoje;
  • Número de pedidos pendentes;
  • Tempo de entrega dos pedidos;
  • Valor médio de frete;

2º) Planejamento: com todas essas informações, agora será possível determinar o que será necessário para que o processo de entrega flua com organização e nenhum produto falte em estoque:

  • Localização regional da maior parte dos seus clientes;
  • Mão de obra necessária para o manuseio dos produtos;
  • Tipos de entrega (frota própria, Correios, transportadora);
  • Determinação de rotas de distribuição;
  • Capacidade de envio em períodos de alta;
  • Nível de estoque para atender a demanda e solicitar reposição.

3º) Soluções: agora chegou a hora de comparar o que o seu e-commerce fornece hoje e o que será oferecido no futuro em relação à três pontos – aquisição de produtos, gestão logística e capacidade de envio do centro de distribuição.

Para isso, qual o tamanho esse centro de distribuição precisa ter? Quantos funcionários serão necessários? Quais sistemas podem te ajudar nisso?

Para esta última pergunta, nós temos a solução.

Nós vamos te ajudar a gerenciar o seu Centro de Distribuição

 Homem e mulher em um centro de distribuição. A mulher segura um tablet e o homem aponta feliz para o produto.

Aqui na OpenK já criamos um universo de possibilidades para facilitar e dinamizar a sua operação, basta você escolher para onde quer seguir.

Nós desenvolvemos e-commerces, mas não nos limitamos a simplesmente gerar uma página na internet onde você disponibiliza os seus produtos. Criamos soluções para tudo o que está por trás disso na sua operação. Separamos aqui algumas opções que oferecemos:

  • Criação de e-commerces: vender para outras empresas ou atender diretamente o cliente final não é a mesma coisa, então por que o seu e-commerce deve ser? Com o B2B OpenK e B2C OpenK você tem um site totalmente voltado para o seu tipo de negócio;
  • Integração com marketplaces: com o Kanais OpenK todos os maiores marketplaces do Brasil já estão pré-programados no seu e-commerce. Tudo o que tem a fazer é selecionar qual o melhor marketplace para o seu negócio e gerenciar tudo em uma só página – inclusive obtendo insights de quando o seu centro de distribuição precisa ser reabastecido;
  • Vendas com estoque Zero: o Restock Openk trabalha com o dropshipping nacional (um e-commerce vende, mas o fabricante que envia o produto direto para o cliente) e o crossdocking (só quando o produto é vendido que o fabricante envia o produto para o seu CD, onde vai ser despachado).

Você precisa de todas essas funções no seu e-commerce? Pode ser que não. Isso quem vai nos dizer são as suas necessidades como empresa. Nossa plataforma é modular, então você escolhe apenas as soluções que são realmente interessantes para a sua estratégia.

Entre tudo o que fazemos em cada um desses produtos, selecionamos algumas opções que vão ajudar muito na gestão do seu centro de distribuição:

  • Múltiplos centros de distribuição: pode ser que você queira ter mais de um CD para atender a regiões distintas onde o seu negócio se destaca mais. Com mais pontos de partida, o destino do produto sempre estará mais perto, chegando bem antes e com menor gasto com transporte. Outra opção é escolher mais um CD próximo aos seus fornecedores e outro com taxa mais baixa. Isso você escolhe.
  • Entrega estratégica: mas e se o lugar mais perto não for necessariamente o mais viável? Tudo ok também, essa sincronização também permite que, assim que o seu e-commerce receber um pedido, será feito um mapeamento de qual CD está mais perto, com menos tributações e a melhor rota.
  • Região de atendimento: pode ser também que nem toda venda seja interessante para o seu e-commerce. Enviar um produto de R$ 20,00 de um extremo a outro do Brasil, por exemplo, será que vale a pena? Faça seus cálculos e, se assim quiser, limite a região de atendimento onde quer vender.

Ter um centro de distribuição é sobre ter opções, sempre tomando a melhor delas. Essa é só uma provinha de algumas que podemos te oferecer. Há vários outros módulos perfeitos para sua operação e que podem, inclusive, te ajudar a elevar o seu e-commerce a um outro nível.

Conheça melhor a sua próxima solução visitando o nosso site: www.openk.com.br


Comentários

Deixa seu Comentário