fbpx

Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

14/09/2020
Comentários

BLACK FRIDAY escrito em branco de maneira estilizada sobre fundo preto

À medida que o segundo semestre avança, fica a pergunta: em tempos de pandemia, como será a Black Friday 2020?

Importada dos Estados Unidos, a data se consolidou como um dos principais eventos do calendário comercial brasileiro, ficando atrás somente do Natal. Em 2019 a Black Friday movimentou cerca de R$3 bilhões nos primeiros dois dias, e teve um desempenho 25% maior que a edição anterior.

No entanto, em um ano tão atípico, muitos comerciantes estão se questionando se ainda é possível olhar o evento com otimismo. Segundo Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), a resposta é sim. E ele vai além: para quem conseguir se planejar, a Black Friday de 2020 pode ser a maior de todas.

Para entender melhor o cenário, continue a leitura e veja o que é necessário para alavancar as vendas na Black Friday 2020!

Black Friday 2020: o ano do e-commerce

Uma previsão otimista para a Black Friday 2020 pode parecer estranha diante do contexto atual, com pandemia, crise e econômica e desemprego. No entanto, o crescimento das vendas pela internet é a luz no fim do túnel que ajudará o varejo a superar essas dificuldades.

O e-commerce sempre foi a “casa” da Black Friday brasileira e com o isolamento social até quem não tinha o hábito de comprar pela internet se rendeu. No primeiro semestre, um levantamento da E-Commerce Brasil mostra um crescimento de 145% nas vendas digitais.

Retração econômica também é sinônimo de demanda reprimida. Muita gente reduziu o consumo durante o ano para economizar, e deve aproveitar os descontos da Black Friday 2020 para tirar o atraso e também antecipar as compras de Natal.

Será que sua loja está preparada para aproveitar essa oportunidade?

Como se preparar para a Black Friday 2020?

ilustração com quadro de atividades e quadrados coloridos representando tarefas enquanto três bonequinhos ilustrados interagem com os nichos

Agora que demos a boa notícia, é hora de colocar a mão na massa! Lembre-se das palavras do especialista: só vai vender quem se preparar. Para não perder mais tempo, vamos direto para os tópicos que devem ser decididos agora:

Infraestrutura

Já pensou não ter um servidor preparado para receber um grande volume de clientes? O consumidor moderno não está disposto a perder tempo com sites sem estrutura adequada para as vendas, seja por conta de lentidão, erros, ou produtos sem as informações adequadas.

Esse é o momento de revisar o status dos servidores para garantir estabilidade para a página durante todo o período das vendas. Também vale a pena investir em uma repaginada total para deixar o site mais atraente, fácil de navegar e organizado de modo que seus produtos sejam valorizados e a experiência do usuário seja a melhor possível.

Cuidado com produtos sem descrição, fotos sem qualidade ou informações confusas nas páginas internas, principalmente a de política de trocas e pagamentos. Um pequeno deslize pode se transformar em uma grande dor de cabeça lá na frente!

Política de preços

Para evitar que a Black Friday 2020 da sua loja fique conhecida como “Black Fraude”, é importante oferecer descontos reais, que realmente chamem a atenção da clientela. Analise o mercado e tenha como referência a margem de descontos em 2019, bem como o desempenho de cada mercadoria.

Lembre-se que o brasileiro já está habituado a juntar dinheiro ao longo do ano para comprar na Black Friday, e esse ano o preço baixo tem ainda mais importância diante da crise. Analise bem o seu estoque e dê prioridade para aqueles produtos mais cobiçados e também aqueles meio “encalhados”, que podem ter o preço ainda mais reduzido.

Só cuidado para não se empolgar demais e acabar levando prejuízo, viu? Para não correr esse risco, confira as dicas desse guia de precificação para e-commerce!

imagem de pessoa passando rápido na frente de vitrines com cartazes anunciado descontos da Black Friday

Ações de marketing

A Black Friday 2020 promete ser bem concorrida, com setores do varejo tradicional chegando no e-commerce pela primeira vez e um mercado inteiro ansioso por alavancar as vendas depois de um ano complicado. Divulgação, portanto, é a chave para se destacar nesse momento! Confira algumas opções:

  • Marketing digital: além dos já conhecidos Facebook e Instagram, é hora de colocar o Google Ads na jogada. Através do serviço é possível direcionar os anúncios para um público segmentado de acordo com o perfil do seu consumidor, além de garantir um bom posicionamento da loja no maior buscador do mundo;
  • Marketing offline: Mesmo que a Black Friday 2020 aconteça majoritariamente no virtual, existe espaço para as campanhas offline, principalmente em rádio e televisão. Com a popularização do uso do QR code, é possível unir os dois universos: ao ver a propaganda na TV, o cliente pode usar o codigo para conseguir descontos especiais!
  • Influenciadores digitais: ótima forma de agregar valor aos produtos e conquistar novos clientes, além de funcionar também como estratégia de segmentação. Hoje já existem até plataformas que te ajudam a encontrar o profissional perfeito, como a Post2B, Influency.me e Airfluencers.

Logística

Um desafio que todo e-commerce enfrenta durante a Black Friday é a logística. A “Black fraude” também acontece quando a loja não consegue realizar entregas dentro do prazo, seja por atrasos do fornecedor ou da transportadora responsável.

A Black Friday 2020 adiciona mais algumas complicações, como os protocolos de segurança contra o coronavírus e também a greve dos Correios, que ainda não se sabe até quando vai durar. Em relação ao último tópico, a melhor saída é trabalhar com empresas alternativas de transporte e logística, como Loggi e Braspress.

Ao fechar uma data com o cliente, coloque alguns dias a mais para não correr o risco de decepcioná-lo. Oferecer opções de rastreio e manter contato durante todo processo também faz toda a diferença!

mulher sentada com os braços apoiados sobre teclado de notebook segurando cartão de crédito

Black Friday 2020: quem pode te ajudar?

Diante dos desafios da Black Friday 2020, encontrar boas parcerias pode ser determinante para o seu sucesso. Com tantas decisões administrativas para tomar, já pensou em delegar a infraestrutura do site para uma empresa especializada?

Uma desenvolvedora de e-commerces oferece todo o suporte necessário para a demanda aquecida do momento, principalmente no controle geral dos painéis de venda da sua plataforma. Para saber mais, confira os nossos serviços aqui no Blog da OpenK!

 


Comentários

Deixa seu Comentário