Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

11/01/2019
Comentários

SEO para e-commerce

Você sabe como utilizar as estratégias de SEO para e-commerce? As lojas virtuais que conseguem desenvolver boas práticas se destacam no mercado, atraem mais clientes e, consequentemente, vendem mais. Apesar de sua importância, muitas empresas ainda não sabem como aplicar as técnicas e obter bons resultados.

Agora, você deve estar se perguntando: o que significa SEO? Trata-se de uma sigla em inglês e o significado dela é Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca. As companhias pensam, portanto, em estratégias que possam assegurar o primeiro lugar nas páginas de pesquisa, principalmente o Google, o principal buscador do mercado.

Como várias pessoas procuram por informações nessa página, estar nela significa ser visto por mais indivíduos na internet. Realmente esse tema é importante, não é mesmo? Pensando nisso, neste post forneceremos algumas dicas que ajudarão o seu e-commerce a estar bem posicionado nos mecanismos de busca e, consequentemente, conseguir mais vendas.

Acompanhe a seguir.

Pesquisa de palavra-chave e intencionalidade

Sem dúvida, o uso de palavras-chaves é um dos principais fatores que ajudam a garantir um bom posicionamento nos mecanismos de busca. No entanto, elas precisam ser bem escolhidas. Uma dica que ajudará nisso é a pesquisa de palavra-chave.

A principal ferramenta utilizada com essa intenção é o Google Keyword Planner, o planejador de palavras-chaves do Google. Por meio dessa plataforma é possível saber o número de buscas mensais de cada termo e a concorrência. As palavras mais concorridas são as utilizadas por vários sites, enquanto as de baixa concorrência podem oferecer boas oportunidades, pois poucas páginas utilizam esses termos.

O uso de keywords é fundamental, porém é necessário analisar também é intencionalidade. Antes de escolher um termo, pergunte-se se os clientes terão interesse em procurar por cada palavra. O SEO não é baseado só em números, mas também, na observação humana. Portanto, leve os interesses do seu público em consideração na definição das palavras-chaves.

URL amigável

A URL é um fator fundamental de ranqueamento nos buscadores, pois ela comunica o assunto principal da página. Dessa maneira, prefira uma estrutura simplificada e compreensível, que descreva o conteúdo da página e, caso seja possível, a categoria inserida. Um post sobre dicas de SEO para e-commerce, por exemplo, poderia ter o seguinte endereço: www.seusite.com/dicas-de-seo-para-ecommerce.

SEO para E-commerce em tablet com site de comidas

Perceba que a URL amigável também utiliza palavras chaves para impulsionar o seu fator de indexação. Palavras chave são as rainhas da indexação. É interessante que cada página do seu site possua uma boa usabilidade dos termos que você identificou, sendo que a keyword principal deve sempre constar na URL.

Ao elaborar um site, muita gente se depara com esse obstáculo. A URL amigável está diretamente relacionada com sua estratégia de rankeamento, sendo que até pequenos caracteres podem te atrapalhar. Quanto mais limpa, melhor. 

Meta descrição

Faz referência ao conteúdo descritivo que acompanha o título das páginas nos resultados de busca do Google. Procure fazer uma boa descrição dos produtos e serviços da sua empresa nesse espaço. Também é muito importante usar a palavra-chave, manter o texto com no máximo 160 caracteres (espaço que o buscador mostra).

SEO para e-commerce: notebook contectado no Google

O Google está pensando na experiência do usuário. Esse é o padrão máximo quando o assunto são regras de indexação na primeira página. A meta descrição serve para que nós possamos entender do que a página se trata, e assim decidir sobre a sua relevância. Quando você estabelece a meta descrição com uma boa palavra chave, não está só fazendo um trabalho SEO para e-commerce: está ajudando o usuário.

É por isso que você vai rankear. Sua página faz sentido para o user, e portanto, é mais atrativa para o Google.

SEO para e-commerce é mais que blog, é conteúdo

Conteúdo não é só blog. Muita gente começa sua estratégia de SEO para e-commerce pensando justamente nessa mídia como uma maneira de rankear suas palavras chave com mais certeza.

Mas um blog é uma estratégia de geração de leads que leva tempo, já que os clientes em potencial precisam de um trabalho de nutrição pela jornada de compra. A conversão do blog vem, mas demora.

O conteúdo, no entanto, não está restrito à uma página do blog. Na verdade, conteúdo está por toda parte. Tem uma página de descrição de produto? Identifique a palavra chave principal para ele – use nossos métodos sugeridos! – e crie um conteúdo de umas 300 palavras falando sobre ele.

O mesmo para páginas de categoria. Também para páginas diversas do seu site. Tudo que tiver qualquer coisa escrita, precisa de um bom trabalho de conteúdo.

Protocolo HTTPS

A presença do protocolo HTTPS nos sites também conta no SEO para e-commerce. Além dessa questão, outro benefício do Hypertext Transfer Protocol Secure (HTTPS) é a segurança oferecida aos internautas nas páginas em que eles compartilham dados com você.

Isso acontece porque o HTTPS adiciona camadas extras de proteção quando alguém compartilha algum dado importante. Um exemplo disso seriam as informações do cartão de crédito.

SEO para e-commerce representado em tela de computador com códigos html

Para ativar o protocolo será necessário instalar um certificado SSL, o protocolo utilizado pelo HTTPS. Essa ferramenta garantirá que os dados entre o seu servidor em navegadores permaneçam seguros. Dessa forma, mesmo se um hacker tentar interceptar os dados, não será possível decodificá-los.

No momento, a presença do protocolo SSL é um fator mais brando de SEO para e-commerce, mas o futuro aponta para uma importância cada vez maior. Ao mesmo tempo, o SEO não deveria ser a sua única preocupação: a exibição da sua URL na barra de endereços conta com um aviso em vermelho que diz “não seguro” se você ainda está usando o http://. Isso com certeza não é nada bom para as conversões.

Existem vários fatores que ajudam a melhorar o ranqueamento no seu site. No entanto, o SEO não é só números e nem é uma ciência exata. É muito importante também pensar nos interesses do cliente. Dessa maneira, a sua loja virtual conseguirá atrair mais consumidores e, consequentemente, aumentará as vendas.

Gostou das dicas sobre SEO para e-commerce? Esse conceito é importante, e constitui grande parte dos seus esforços de marketing digital. Mas o assunto ainda não acabou: vamos saber mais no próximo artigo? Falamos sobre social selling, a nova tendência do momento!


Comentários

Deixa seu Comentário