Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

08/02/2019
Comentários

Se você é empresário ou lojista, deve saber que as vendas pela internet tem se mostrado uma oportunidade vantajosa para expandir os negócios ou começar um novo empreendimento. Mas muitas pessoas ainda acham que a única forma de vender online – ou a mais recomendada – é através de uma loja virtual grátis em uma plataforma já estabelecida.

Começar qualquer negócio sem um certo investimento é, no mínimo, arriscado, e pode te custar caro lá na frente. Abrir uma loja virtual grátis, dessas de plataforma, pode parecer vantajoso em um primeiro momento, principalmente em relação ao custo de um e-commerce próprio, mas alguns fatores precisam ser avaliados, como as limitações do sistema e a comissão por venda que essas plataformas cobram. Será mesmo que vale a pena?

É disso que vamos tratar neste artigo, olha só:

O mito da loja virtual grátis

A primeira coisa que devemos entender é: a loja virtual grátis, na verdade, não pode e nem consegue ser realmente gratuita.

Essas plataformas são empresas prestadoras de serviço como qualquer outra, e portanto precisam manter servidores, domínios e profissionais ativos na manutenção. Por isso, a grande maioria cobra pacotes de assinatura para liberar recursos “premium”, como venda por boleto bancário ou controle financeiro, e comissões por venda que giram entre 3% e 25%.

Ainda podem ser cobradas algumas outras taxas como de transação por vendas no cartão ou de geração de boletos bancários. Tudo isso sem contar o valor do marketing, que algumas plataformas cobram também.

Quais os prós de abrir uma loja virtual grátis?

Sem dúvidas, o que mais chama a atenção na loja virtual grátis é a economia de dinheiro. Quem está começando um novo negócio já tem que arcar com muitos investimentos e a possibilidade de ter uma despesa a menos é sempre atrativa.

Além disso existe a questão da praticidade, que costuma convencer muitos empreendedores iniciantes. Você entra, faz o seu cadastro e o de seus produtos e a loja já está pronta e disponível para o público.  Sem pagamentos e sem dores de cabeça, sua loja pode ser aberta em menos de meia hora!

Parece um sonho, não é? Com um layout nem sempre personalizável, mas com uma boa usabilidade para os usuários e fácil de controlar, as lojas virtuais grátis sabem conquistar o cliente.

Pessoa acessando loja virtual grátis de um tablet

E os contras?

Quem abre uma loja virtual precisa ser encontrado na internet para que seus produtos possam ser conhecidos e vendidos. Mas você sabia que, hoje em dia, para se ter destaque nos sites de busca como o Google, por exemplo, é preciso seguir alguns procedimentos?

Search Engine Optimization, ou apenas sistema SEO, é o conjunto de técnicas de otimização para melhorar o posicionamento da sua página nesses buscadores. Para fazer bom uso desses recursos num e-commerce é preciso ir além das já conhecidas palavras-chave através de modificações no sistema, que podem ser limitadas nessas plataformas, assim como outras possibilidades de personalização.

Ou seja, abrir uma loja virtual grátis é ter que abrir mão do controle sobre como o Google vai encontrar você. Com um e-commerce próprio, você tem autonomia para fazer todos os ajustes necessários para ganhar mais visibilidade e, consequentemente, mais clientes.

Além disso, abrir uma loja virtual grátis significa ficar a mercê dos limites de vendas estabelecidos pela plataforma. Se o seu pacote inclui apenas 50 vendas mensais, por exemplo, você pode esquecer as ações para aumentar tráfego se não quiser pagar um valor a mais por isso, que pode engolir toda a sua margem de lucro. Integração com marketplaces e plataformas de controle de vendas também pode ser um problema para a loja virtual grátis, já que muitas não oferecem esse recurso.

As formas de pagamento também devem ser observadas. Algumas lojas não permitem o pagamento com boletos bancários, enquanto outras detêm o valor das compras de seus clientes por até 45 dias! Esse sistema faz com que você e o seu cliente fiquem presos às formas de pagamento de terceiros, o que faz com que muitos clientes desistam de comprar e lojistas parem de vender.

A loja virtual grátis é uma boa opção para quem não tem um grande volume de vendas, está começando um negócio, e o e-commerce vai funcionar como uma renda extra. Se você tem uma empresa estabelecida ou pretende investir profissionalmente num novo negócio, esse modelo não compensa e não faz sentido. Seria como instalar uma empresa de grande porte, com 300 funcionários, em uma sala de coworking.

Homem de negócios planejando a loja virtual grátis

O que você vai gastar mensalmente para manter-se em um espaço pequeno e limitado poderia ser investido em um espaço próprio, com capacidade de ampliação. Assim, você conseguirá crescer ainda mais, sem ter problemas com limites de capacidade e evitando gastos futuros e até imprevistos que uma loja virtual grátis pode trazer.

Atrelar qualidade e economia é sempre um diferencial para quem está começando. Antes de abrir uma loja virtual grátis, entre em contato com a OpenK. Fale com um de nossos especialistas e conheça as nossas melhores soluções em inteligência para o seu negócio!


Comentários

Deixa seu Comentário