Blog Openk

Provedora de soluções de vendas e gestão

  1. Home
  2. • blog

25/01/2019
Comentários

Gerenciar o e-commerce nos marketplaces será, com toda a certeza, o próximo desafio do varejo do futuro. Aliás, nem é mais dos tempos vindouros: essa necessidade já está urgente hoje mesmo. Agora, inclusive.

Todo mundo sabe que os custos – de tempo e dinheiro – são altos para se manter um e-commerce de qualidade, com estratégias digitais para gerar tráfego e vender o suficiente pra manter o negócio. É por isso que muitas empresas enxergaram nos marketplaces a oportunidade de aumentar as vendas e diminuir os custos operacionais.

Pensados para facilitar o processo de vendas, os marketplaces ganharam força nos últimos anos, registrando um crescimento nominal de 62% só no primeiro semestre de 2018. Os modelos disponíveis no mercado oferecem recursos para os administradores de lojas online, criando oportunidades de crescimento no negócio a um investimento mais baixo.

Mas quando plataformas diferentes começam a se multiplicar mais e mais, surge a grande necessidade de gerenciar o e-commerce nos marketplaces. E ela vem mais forte do que nunca: é quase um caso de ou você se adequa, ou seu e-commerce não decola.

Quer saber mais? Continue a leitura!

O que é um marketplace?

Os marketplaces não propõem um conceito totalmente inovador. Na verdade, eles são inspirados na lógica dos shoppings centers, reunindo e-commerces e criando um grande local de vendas e colaboração entre lojistas. Sites como a Amazon, B2W, Via Varejo ou Mercado Livre são exemplos de marketplaces que possuem enorme força de mercado no Brasil. Estar no marketplace é como colocar os seus produtos na melhor vitrine do shopping center.

Precisar gerenciar o e-commerce nos marketplaces é tão comum porque muitos empresários anunciam em vários – é como ter uma loja em 10 shoppings diferentes. 

A grande diferença entre os marketplaces e o e-commerce tradicional – o “básico” –  está nos produtos disponibilizados para venda. Enquanto o e-commerce vende, por essência, um produto ou marca específica, os marketplaces vendem produtos e marcas variados de lojas diferentes em um lugar só.

Na prática, podemos usar o exemplo das Lojas Americanas: ao entrar no site e escolher um celular de uma determinada marca, o próprio site apontará outras que oferecem o mesmo produto, mas por um preço diferente. Caberá ao consumidor escolher em qual loja quer comprar sempre precisar sair da plataforma Americanas.

Tela de vendas em marketplace

Se o consumidor optar por fazer suas compras em lojas diferentes dentro do mesmo marketplace, ele passará pelo processo de finalização de pedido e pagamento apenas uma vez, como se estivesse comprando em um único e-commerce.

Como aderir ao marketplace?

O processo para colocar o seu e-commerce no marketplace é muito simples. Basta que o lojista faça um cadastro da empresa e de seus produtos e fique atento às políticas de uso e comissões da plataforma que escolher.

Entre os marketplaces mais famosos, a comissão cobrada corresponde à visibilidade que o canal dará para os seus produtos. Os valores costumam girar em torno de 9,5% a 30% por venda  e isso deve ser avaliado na hora de gerenciar o e-commerce nos marketplaces para que a comissão não atrapalhe as margens de lucro.

Além disso, o comerciante também precisará ficar atento ao prazo de liberação dos valores. Cada marketplace tem um período de carência, que pode variar de 1 dia útil a 45 dias após a conclusão da venda.

As políticas de uso também são um ponto importante na hora de gerenciar o e-commerce nos marketplaces. Caso a sua loja quebre alguma cláusula, os consumidores poderão prestar queixas contra o seu negócio. As denúncias poderão levar a punições como suspensão temporária ou até expulsão da plataforma.

É possível vincular seu e-commerce a vários marketplaces diferentes sem infringir nenhuma regra. Se essa for sua estratégia, é preciso pensar em formas gerenciar todas as vendas e garantir qualidade nas entregas. É preciso pensar em maneiras inteligentes e práticas para gerenciar o e-commerce nos marketplaces sem perder tempo, vendas e produtos. Mas como? 

Gerenciar o e-commerce nos marketplaces com plataformas inteligentes

Mulher acessando marketplace no notebook

O segredo para melhor gerenciar o e-commerce nos marketplaces diferentes sem perder nenhuma venda chama-se dashboard online.

Utilizar uma plataforma para centralizar todas as informações de suas vendas te poupará tempo e evitará confusões. A centralização de informações te ajudará também na hora de fechar os pedidos e analisar os resultados.

Um dashboard online te dá a possibilidade de integrar o estoque ao marketplace através de uma ferramenta que analisa os produtos disponíveis para que você não realize vendas de produtos que não têm na sua loja ou que foram vendidos há pouco tempo através de um marketplace diferente.

Outra vantagem oferecida por esse serviço está em manter as informações sobre os produtos centralizadas. Subir preço certo, imagens, códigos e até mesmo os descontos fica muito mais fácil quando utilizamos o integrador de marketplace. Assim você não esquece nenhum produto e nem se perde nas margens de lucro.

Alguns integradores oferecem, ainda, a opção de emitir Notas Fiscais Eletrônicas. Para quem possui um volume de vendas muito alto, não precisar subir as notas fiscais separadamente agiliza e muito o processo de vendas.  Erros na hora de emitir ou registrar as Notas Fiscais podem gerar efeitos negativos na sua loja, como atraso nas entregas e reclamações dos consumidores.

Seguindo a mesma lógica estão os códigos de rastreio dos pacotes, cujo envio é obrigatório nos maiores marketplaces do país. Nesse ponto, as plataformas de integração são essenciais para que você não erre na hora de fazer o registro e nem se esqueça de algum pedido.

O simples ato de contratar uma plataforma completa de integração de marketplaces pode mudar a forma como você administra o seu negócio e fazer sua receita crescer. Ela te possibilitará ampliar os horizontes da empresa para enxergar além das possibilidades que um simples e-commerce proporciona.

Quer conhecer a ferramenta de integração de marketplaces e gerenciamento ideal para a sua empresa, com informações centralizadas e layout intuitivo? O Kanais pode te proporcionar tudo o que você mais precisa para gerenciar o e-commerce nos marketplaces! Clique e veja como a OpenK pode te ajudar nesse processo!


Comentários

Deixa seu Comentário