Arquivo da categoria: Notícia

E-commerce depois da greve. Sobre um rio marrom, uma vista de cima mostrando um único caminhão carregado.

E-commerce depois da greve: impactos e sugestões para ação

A greve dos caminhoneiros foi concluída nessa semana, mas isso não significa que agora tudo irá se normalizar instantaneamente, sem maiores problemas. Muito pelo contrário: essa é a hora de entender a situação do e-commerce depois da greve.

Você muito provavelmente ainda irá encontrar algumas dificuldades na operação do e-commerce depois da greve, especialmente no que diz respeito à prazos de entrega ainda bem longos, reclamações com atrasos das mercadorias que já estão em trânsito, uma diminuição do seu fluxo de vendas, dentre outros.

Nesse momento, o importante é começar a traçar planos para segurar a parte mais difícil da greve: navegar por suas repercussões. Neste artigo vamos falar um pouco mais sobre o e-commerce depois da greve e dar algumas dicas para te ajudar a se manter por cima das questões que irão surgir. Podemos começar?

 

O que pode acontecer com o e-commerce depois da greve?

“É muito difícil que a parte logística esteja normalizada em menos de 10 dias, é uma bola de neve” – Edu Neves, Reclame Aqui.

O Ebit já ressaltou que o comércio eletrônico teve seu crescimento bem afetado pela greve de caminhoneiros. A expectativa era de que o setor fosse crescer cerca de 20%, mas a expectativa foi reduzida para 13,3%. Fora do cenário de conjecturas, a prática se mostra também digna de atenção.

 

 

Edu Neves, diretor executivo do Reclame Aqui, disse recentemente à Reuters que a situação só deve realmente se normalizar dentro de 60 dias ou mais. Segundo ele, o tempo para que as entregas que estavam em trânsito cheguem e para que o setor de logística dos e-commerces depois da greve se normalize vai muito além de 10 ou 15 dias.

Processos influenciam em outros processos, é necessário entender como está a demanda dos correios, os preços das transportadoras – que vão invariavelmente subir -, a disponibilidade de destinos e o risco de novas paralisações. Tudo isso traz um grande impacto no e-commerce depois da greve.

 

Dia dos namorados

A ABComm – Associação Brasileira do Comércio Eletrônico – destacou que é muito provável que aumentos no custo logístico já estejam sendo sentidos no e-commerce. A demanda das transportadoras e dos correios está muito mais voltada para entender o que está parado e como movimentar essas entregas.

Isso terá um claro impacto no dia dos namorados, que já está chegando. Essa é uma data sensível, já que atrasos trazem problemas para as pessoas que precisam presentear. Você precisa, então, oferecer segurança para o seu cliente e ser transparente o máximo possível.

E falando nisso…

 

Cuidados para se ter com o e-commerce depois da greve

Você precisa levar algumas coisas em consideração ao lidar com o seu e-commerce depois da greve dos caminhoneiros, tanto em relacionamento com os clientes quanto em relação à aspectos mais práticos e pontuais.

“O consumidor está com receio de comprar no comércio eletrônico porque uma situação como essa gera incerteza sobre a entrega do produto” – André Dias, Diretor Executivo Ebit.

Separamos alguns neste tópico. Confira:

 

O mais rápido possível

O importante é que você resolva suas questões de logística o mais rápido possível. Por enquanto, os clientes ainda estão aceitando atrasos por conta das greves, mas fica cada vez mais difícil usar essa justificativa enquanto o tempo passa.

Não estamos falando que ela não é justificável, muito pelo contrário. Na verdade, como nós apontamos logo acima, a normalização da logística realmente leva tempo. O problema é que os clientes não vão aceitar isso por muito tempo.

Para lidar com isso, dê atenção especial à logística e tente entender o que vai acontecer com as suas mercadorias. É sempre bom ter um plano B, mas nesse caso, seria interessante se você tivesse mais algumas letras do alfabeto para te ajudar.

 

Vença a incerteza

A incerteza em comprar no e-commerce vem sendo um grande problema depois da greve. André Dias, da Ebit, recentemente comentou em entrevista que esse cenário é completamente natural e esperado, já que muitas pessoas estão deixando de comprar por medo de perder a mercadoria.

 

E-Commerce depois da greve. Um caminhão vermelho viaja sozinho em uma estrada vazia. Ao fundo, tempo nublado.

 

Esse tipo de receio é completamente natural, mas você precisa combatê-lo. “O consumidor está com receio de comprar no comércio eletrônico porque uma situação como essa gera incerteza sobre a entrega do produto”. Combata a incerteza com a certeza! Mas como?

Resolvendo a questão do trânsito de mercadorias o mais rápido possível. Entenda todas as formas de envio, ofereça frete grátis, trabalhe com envios expressos, se possível, e tente ao máximo entregar. Se não der…

 

Converse com o seu cliente

No nosso último artigo, nós ressaltamos a extrema importância de conversar com o seu cliente para mostrar quais foram os efeitos da greve dos caminhoneiros no seu negócio. Essa necessidade ainda se mostra presente mesmo com o fim da paralisação.

Os atrasos não vão deixar de acontecer. Muita gente não está conseguindo nem mesmo enviar todos os seus produtos pelo correio, muito menos garantir que os poucos que foram vão chegar a tempo.

Portanto, o ideal é conversar com o seu cliente, enviando e-mails explicando a sua situação, engajando os clientes nas redes sociais e oferecendo algo em troca da paciência deles. Neste artigo da nossa agência parceira, a Cubo Amarelo, você consegue encontrar um modelo de formulário para seguir na interação com seus clientes.

 

A situação estava complicada com a paralisação, mas é muito importante que você busque resolver a situação do seu e-commerce depois da greve o mais rápido possível. Assim, você garante uma experiência de compra incrível para o seu cliente e ainda consegue operar com maior tranquilidade.

A OpenK é especialista no desenvolvimento e manutenção de e-commerces, e no nosso blog você sempre encontra artigos como esses. Que tal continuarmos essa conversa no próximo artigo?

Comércio eletrônico tem alta de 13% no faturamento em 2017

As vendas no comércio eletrônico aumentaram no ano de 2017. Confira quais foram os setores que mais se destacaram nesse período!

Segundo o Ebit, o mercado online faturou mais que o ano anterior nas datas comemorativas.  A BlackFriday de 2017 rendeu cerca de 10,3% a mais do que o período passado, atingindo R$ 2,1 bilhões com o faturamento no setor. Já no Natal, foram R$ 8,7 bilhões e teve um crescimento de 13% em relação ao período anterior.

Os principais setores que se destacaram em volumes de pedidos foram:

– Moda e acessórios (13,5%)

– Eletrodomésticos (12,3%)

– Casa e decoração (10,4%)

Já em questão de faturamento, as categorias foram:

– Telefonia (21%)

– Eletrônicos (20,2%)

– Eletrodomésticos (11,8%)

Tendências para 2018

O foco na experiência do usuário, a usabilidade na navegação e a integração das lojas online nos principais e mais lucrativos marketplaces são pontos que serão aperfeiçoados neste ano de 2018. Tudo isso devido ao cenário eletrônico que está se tornando cada vez mais promissor aos consumidores e competitivo!

Fique por dentro de tudo que acontece no comércio eletrônico através do nosso blog. Clique aqui! 

A Openk presente no maior evento de e-commerce da América Latina!

 

O Fórum E-Commerce Brasil 2017 é o principal evento de e-commerce da América Latina e o terceiro maior do mundo, segundo a Forrester Research.

Em sua 8ª edição, serão reunidos 13 mil congressistas durante três dias de atividades técnicas e de negócios divididos em diversas áreas de conteúdo.

Ao todo, serão apresentados 150 expositores, 108 palestrantes e 13 áreas visando auditórios simultâneos de vendas e gestão de tecnologia.

E é claro que a Openk Tecnologia não iria ficar fora dessa!

Estaremos presentes representando as ferramentas e soluções Business-to-Business (B2B), Business-to-consumer  (B2C) e Marketplaces, preparadas exclusivamente para otimizar a gestão de vendas e ampliar os negócios no mercado online.

Levando do nosso DNA desenvolvimento de projetos sob medidas que atendem as necessidades específicas dos clientes como uma opção inteligente e eficaz para uma gestão de vendas, independente de seu segmento.

E você está mais que convidado para esse mega evento que acontecerá nos dias 25,26 e 27 de Julho em São Paulo! Saiba mais informações sobre a Openk e o evento nos sites.

Esperamos por você!

#OpenkTecnologia

A data mais romântica está chegando e seu e-commerce não pode ficar de fora dessa!

Nessa época do ano as cores vermelhas, corações, mensagens de amor e flores dominam tanto as lojas virtuais como as lojas físicas. Por isso, o dia dos namorados é considerada uma das melhores datas de faturamento do e-commerce e merece atenção especial.

No último ano de 2016 nessa mesma data, o faturamento chegou a R$ 1,65 bilhões com aumento de 16% se comparado a 2015. Pensando nisso, preparamos algumas dicas que irão te auxiliar nesse preparo e gerar bons resultados de vendas, acompanhe:

  1. Prepare os produtos certos:

É importante ter consciência de que nessa data comemorativa o “tema” fica latente na cabeça de quem tem um companheiro ou companheira, por isso, precisa facilitar ao máximo essa procura e mostrar o que tem de melhor para oferecer.

Comece colocando os produtos mais interessantes na página inicial do site para chamar a atenção dos clientes, depois trabalhe com banners comemorativos, alteração na capa do facebook e layout das publicações na redes sociais.

  1. Faça um marketing criativo:

Dê atenção às estratégias de marketing, em datas comemorativas é mais que essencial. Estude sempre o que funcionou e o que não funcionou até agora, pense em promoções, embalagens ou caixas para presentes especiais e tente fazer diferente do que os concorrentes estão fazendo, assim, além de ganhar um diferencial para o consumidor, ganha ainda mais credibilidade, indicações e maior possibilidade de fidelização do cliente.

  1. Seja criativo e ajude quem ainda está indeciso

 Com tantas datas comemorativas, como, dia dos pais, dia das mães, dia dos namorados é normal que surjam dúvida do que presentear. Mas já pensou ajudar a sanar essas dúvidas com uma lista de sugestões de presentes incríveis colocando junto a ela os produtos que você vende em sua loja?! Esse é o tipo de ação simples e barata que faz toda a diferença e gera um ótimo retorno de investimento.

  1. Experiência do Consumidor

 Aproveite para fidelizar clientes nesse dia dos namorados, fazendo tudo com carinho e muita dedicação, essa data vai servir para fazer com que muitos clientes tenham um primeiro contato com seu e-commerce, e desfrutem de uma boa experiência para comprar mais vezes.

Forneça um atendimento fantástico, responda às dúvidas, evite atrasar nas entregas e trabalhe com embalagens personalizadas.

Tudo isso, vai te ajudar a encantar os clientes, que com certeza, comprarão e indicarão das próximas vezes.

  1. Planeje seu estoque

Por fim, é extremamente importante que tenha no seu estoque tudo o que divulgou para vender, já que não adianta todo o esforço se no momento da venda não ter produtos suficientes no estoque. Por isso, se planeje, e se preciso, faça mais pedidos dos produtos que terão mais saídas.

Agora, é botar a mão na massa e fazer boas vendas!

#OpenkTecnologia

https://goo.gl/o2PFDq